Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Presidente do Iges-DF, Paulo Ricardo Silva é afastado do cargo

Conselho de Administração do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF) decidiu afastar Paulo Ricardo Silva da presidência

atualizado 04/02/2021 18:46

Presidente do Iges-DF, Paulo Ricardo SilvaIgo Estrela/Metrópoles

O diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), Paulo Ricardo Silva, foi afastado do cargo nesta quinta-feira (4/2).

A decisão ocorreu durante reunião do Conselho de Administração e recebeu 10 votos a favor e nenhum contrário.

Silva foi escolhido presidente do Iges-DF em setembro de 2020. Antes, ele atuava como secretário adjunto Executivo de Saúde.

A coluna apurou que houve um desentendimento entre o presidente do Iges-DF e os conselheiros envolvendo a criação da controladoria.

Procurado pela coluna Grande Angular, Silva preferiu não comentar.

O Iges-DF é mantido com dinheiro público por meio de repasses da Secretaria de Saúde. O instituto é responsável pela gestão do Hospital de Base, Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e das unidades de pronto atendimento (UPAs) da capital federal.

Recentemente, a Secretaria de Saúde e o Iges-DF tiveram uma discordância. É que o secretário adjunto de Assistência à Saúde, Petrus Sanchez, pediu que Silva exonerasse o superintendente do Hospital de Base, Lucas Seixas Doca Júnior, por ele ter sido condenado em 2ª instância em razão da morte de uma paciente. O presidente do Iges-DF, contudo, se negou.

O Conselho de Administração é presidido pelo secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto.

Mais lidas
Últimas notícias