Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Arthur Lira processa Renan Calheiros após troca de acusações

O presidente da Câmara, Arthur Lira, acusa o senador Renan Calheiros de calúnia, injúria e difamação

atualizado 31/10/2022 16:19

Imagem colorida com duas fotografias de close de homens grisalhos Hugo Barreto/Igo Estrela/Metrópoles

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), processou o senador Renan Calheiros (MDB-AL) após ambos trocarem acusações nas redes sociais.

Arthur Lira acusa Renan Calheiros de calúnia, injúria e difamação. No caso, o senador disse que o deputado era o autor de uma perseguição política contra o governador de Alagoas, Paulo Dantas (MDB), que havia sido afastado do cargo. Tanto Lira quanto Renan são políticos do estado.

“A perseguição ao governador remonta a 2017, é da competência estadual. Foi parar no STJ por uma armação de Lira e lá perambulou por vários gabinetes até cair nas mãos certas da ministra bolsonarista Laurita Vaz, que não tem competência para o caso”, escreveu Renan Calheiros, no Twitter.

O que está por trás da briga de Renan Calheiros e Arthur Lira sobre PF

Em resposta ao adversário político, Lira afirmou: “Não toma jeito. Toda vez que ele ou alguém de seu grupo é apanhado praticando o malfeito, me acusa para tentar encobrir suas safadezas. Foi o STJ que viu fortes indícios de corrupção e determinou o afastamento do governador de Alagoas.”

O processo havia sido distribuído à 5ª Vara Criminal de Brasília, que determinou a redistribuição do caso à 1ª Vara Criminal de Brasília, em decisão no último dia 26 de outubro.

 

Mais lidas
Últimas notícias