Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Após reunião com Bolsonaro, chapa de Ibaneis, Celina Leão e Flávia Arruda é formada

Bolsonaro reuniu Ibaneis, Arruda, Flávia Arruda e Damares para que o grupo se unisse em torno de uma só campanha

atualizado 20/07/2022 4:18

Material cedido ao Metrópoles

Após reunião com o presidente Jair Bolsonaro (PL) no fim da tarde desta terça-feira (19/7), Ibaneis Rocha (MDB) anunciou que Flávia Arruda (PL) será a candidata a senadora da chapa, e o ex-governador José Roberto Arruda (PL) disputará vaga de deputado federal.

“Devemos agradecer a um recuo estratégico muito bem pensado do governador Arruda, que está elegível, e que se coloca na condição de [candidato a] deputado federal”, afirmou Ibaneis, no Palácio do Planalto. No dia 13 de julho, o emedebista anunciou que Celina Leão (PP) sairá como sua vice.

O chefe do Executivo local disse ter firmado compromisso com o presidente Bolsonaro: “Foi muito proveitoso, muito salutar. Nós todos temos um compromisso com o presidente Jair Messias Bolsonaro no sentido de que a gente possa unificar o campo que está em torno do presidente da República aqui no Distrito Federal e também fazer um trabalho pela cidade”.

A ex-ministra Damares Alves (Republicanos) havia sido anunciada como a candidata ao Senado na chapa de Ibaneis, mas o cenário mudou. O governador informou que ficou acertado com Damares que ela irá conversar com os presidentes nacional e local do Republicanos para decidir o futuro da candidatura dela.

O ex-governador Arruda afirmou que volta à vida pública “com humildade” para ser candidato a deputado federal. Ele obteve liminar que suspendeu duas condenações por improbidade administrativa no âmbito da Operação Caixa de Pandora. Sua possível candidatura, porém, depende da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a retroatividade da nova Lei de Improbidade. O julgamento está marcado para o dia 3 de agosto.

“Eu acho que o presidente Bolsonaro, de uma forma muito elegante, considerou que a unificação do nosso campo político seria importante, e, dentro dessa linha, o governador Ibaneis se comprometeu a apoiar o presidente aqui em Brasília. E como eu estou voltando para a vida pública, venho com muita humildade e vou disputar, se for possível, uma cadeira na Câmara Federal”, disse Arruda.

Mais lidas
Últimas notícias