Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Um dos maiores diamantes da história é encontrado em famosa mina africana

O local onde o diamante foi encontrado é conhecido mundialmente pelas enormes pedras gigantes. Somente em 2020, foram mais de 31 pedras

atualizado 11/11/2020 14:50

Diamante Lucara@lucaradiamond/Reprodução/Instagram

Atrair olhares em um evento por desfilar com joias radiantes. Os pomposos acessórios são tão bonitos que tornaram-se até um dos assuntos principais da festa. Mas, um diamante recém-descoberto está prestes a ofuscar alguns adornos preciosos. Considerada uma das maiores do mundo, a pedra tem mais de 998 quilates e deverá ser leiloada em 2021.

A Lucara Diamond Corp desenterrou o diamante de clivagem de 998 quilates de cor branca de sua mina Karowe, em Botsuana. Segundo a mineradora canadense, o brilhante foi recuperado a partir de moagem direta de minério e seguirá etapas de recuperações.

Diamante Lucara
Postagem da empresa canadense em seu perfil no Instagram. “Lucara recupera diamante de 998 quilates da mina Karowe em Botsuana”

O local onde o diamante foi encontrado é conhecido mundialmente pelas enormes pedras gigantes. Em 2015, o Lesedi La Rona foi descoberto em Karowe. O brilhante de 1.111 quilates ganhou as manchetes por ser o segundo diamante de qualidade de gema já achado. Depois, perdeu o posto para o Sewelô e acabou sendo vendido por US$ 53 milhões.

Ao longo de 2020, a mina valiosa de Karowe produziu 31 diamantes com mais de 100 quilates. Nessa soma, há 10 pedras preciosas com mais de 200 quilates, o Sethunya, de 549 quilates; e o brilhante recém-descoberto de 998 quilates, ainda sem nome. Em 10 meses, foram dois com mais de 500 quilates, conforme pontuou Eira Corp, CEO da Lucara Diamond, em comunicado.

A executiva da mineradora canadense contou ainda que a empresa está extremamente satisfeita com a recuperação contínua de grandes diamantes de alta qualidade na mina. “Esperamos um final seguro de 2020 e sucesso contínuo em Karowe, pois continuamos focados em fortes operações para garantir o máximo desempenho dos recursos”, disse Eira Corp.

Cullinan

Até o momento, o maior diamante da história é o Cullinan, nome de batismo dado povoado sul-africano que o extraiu. Na forma bruta, a pedra registrou 3.106 quilates, o equivalente a 621 gramas. Após lapidada, chegou aos 530 quilates e foi arrematada por 337 milhões de euros. Estima-se que o brilhante encontrado em 1905 tenha entre 2,5 e 3 bilhões de anos. Algumas partes compõem joias da realeza britânica.

 

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias