Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Turismo: Alvaro Garnero grava programa na Chapada dos Veadeiros

Alvaro desbravou diversos cantos da Chapada e, em breve, deixará os espectadores do 50 por 1 com vontade de ir para o refúgio goiano

atualizado 12/02/2021 16:57

Alvaro Garnero - Chapada dos VeadeirosMárcio Silveira/Imagem cedida ao Metrópoles

“Dos cento e poucos países que eu já passei, o Brasil é o melhor e nós estamos redescobrindo agora”. Quem deu o feedback nota 10 ao solo tupiniquim foi Alvaro Garnero, apresentador do programa de televisão 50 por 1, da Record. Embaixador do turismo brasileiro, ele desembarcou no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso de Goiás, para mostrar na telinha as belezas do endereço. “Um lugar fora de série”, descreveu o empresário sobre o reduto conhecido por cachoeiras, trilhas e energia positiva.

Acompanhado da esposa, Lou Montenegro, da filha, Luma, e da equipe de filmagem, Alvaro desbravou diversos cantos da Chapada e, em breve, deixará os espectadores do 50 por 1 com vontade de se teletransportar para o refúgio goiano, eleito o melhor parque do Brasil pelo site TripAdvisor. Inclui-se no grupo a coluna Claudia Meireles, com quem o apresentador bateu um papo descontraído sobre o oásis e o potencial turístico do brasileiro. Como tudo o que é bom dura pouco, ele e a trupe se despedem do recanto nesta sexta-feira (12/2).

Belezas

Hospedado na Fazenda Shanti, Alvaro definiu a Catarata dos Couros como a cachoeira preferida. “É algo fora do normal. Você sai muito melhor do que entrou. Tem uma energia espetacular e uma trilha menor, mas com um nível de dificuldade maior, bem estreita”, ressalta. Em setembro, o lugar tornou-se o Parque Estadual da Catarata do Rio dos Couros. Segundo o embaixador do turismo, a decisão só tende a beneficiar o lugar, visto que, anteriormente, estava abandonado.

Alvaro Garnero - Chapada dos Veadeiros_4
Alvaro Garnero gravou o programa 50 por 1 na Chapada dos Veadeiros

“Um parque com potencial de anos à frente. O governo assumiu e fará as interferências. Será enorme, porque estão com um projeto maravilhoso. Vão melhorar as trilhas”, garante o apresentador. Na cachoeira da Água Fria, ele se aventurou no rapel. “Espetacular”, relata. Alvaro não podia deixar de mostrar as belezas do Vale da Lua e das cachoeiras da Janela e de Santa Bárbara. Com paisagens fascinantes, o trio está entre os cartões-postais da Chapada.

Também ganhou espaço na grade de programação a Casa da Lua Pousada, hotel que fica a 3 quilômetros do Poço do Xamã. Conhecido pelos alimentos de dar água na boca, Goiás detém sabores peculiares. A prova? O pequi. No paraíso goiano, quem trata de fazer os visitantes desfrutarem do melhor da culinária é a chef de cozinha Mara Alcamim. Desde novembro, ela comanda o restaurante Na Mata, fixado às margens do rio São Miguel. Na casa gastronômica, Alvaro afirma ter degustado a melhor carne.

0

A quem está prestes a viajar para a Chapada, o apresentador aconselha adicionar ao roteiro o Na Mata: “Um lugar encantador. Inacreditável, eu comi a melhor carne, não vejo uma carne daquela nem nos restaurantes de São Paulo”. Na vila de São Jorge, o apresentador provou e aprovou o arroz de pequi, prato típico do estado. Além de ter ficado deslumbrado com as belezas naturais, Alvaro foi fisgado pelo paladar: “A gastronomia é realmente espetacular”.

De acordo com o apresentador do 50 por 1, a comunidade local é simples, mas com um potencial enorme, o que reflete no número de turistas. Em meados de 2009, ele desembarcou na Chapada para gravar sobre os recantos de Goiás. Na ocasião, fez três passeios e imaginou um programa focado somente no refúgio. Uma década se passou e o desejo virou realidade. Na avaliação do embaixador, o turismo na região só tende a crescer, em razão do investimento em infraestrutura e a busca por locais de natureza exuberante.

Alvaro Garnero - Chapada dos Veadeiros
Alvaro ficou fascinado com a vista da cachoeira
Lou Montenegro
Lou Montenegro é casada com Alvaro e o acompanhou na viagem
Desenvolvimento

Situado no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, os Saltos do Rio Preto costumavam receber até 30 mil visitantes por ano até 2018. Em 2020, o número quase triplicou, chegando a 80 mil pessoas. Alvaro destaca que a Chapada detém um potencial turístico espetacular por ter um rico “cardápio de experiências” de fauna, flora e água. “Estão ‘mega’ vendo a oportunidade do turismo. Um ponto fora da curva em qualquer lugar do mundo. É isso que meus amigos de fora procuram, essa interação com a natureza”, analisa.

Segundo Alvaro Garnero, antigamente quem estava à frente da gestão dos parques deixava de fora os seres humanos, com receio de “estragar”. “O turismo da dificuldade”, defende. Mostram exatamente o contrário o Parque Nacional do Iguaçu, conhecido pelas cataratas, e o Parque Nacional da Tijuca, onde passam dois milhões de visitantes. “Quando bem planejado, tem benefícios. Só precisa de infraestrutura”, declara. Outro exemplo citado pelo apresentador são as 300 reservas naturais dos Estados Unidos, frequentadas por mais de 300 milhões de turistas.

Personalidade histórica na promoção do ecoturismo e preservação ambiental da Chapada dos Veadeiros, João Fernandes fez o que pôde até construir o mirante da Janela, com vista para a cachoeira. “Hoje, ele tem a plataforma como orgulho e é elogiado pelos turistas. João cobra a entrada e, mesmo assim, há um bom volume de visitantes. As pessoas veem que vale a pena apreciar e, por isso, precisa cobrar mesmo. Em qualquer lugar do mundo, taxam o serviço, como no Canadá e Estados Unidos”, explica.

Alvaro Garnero - Chapada dos Veadeiros
Diz aí: deu vontade de ir para a Chapada?

O apresentador do 50 por 1 lembra que a cachoeira da Janela era de difícil acesso: “Antes tinha de escalar igual lagartixa, impossível”. De acordo com o Alvaro, nos próximos cinco anos, o turismo brasileiro aproximará dos índices do agrobusiness, mesmo com o setor saindo da crise pós-pandemia. Para o embaixador, é necessário fazer algumas alterações em regras enraizadas: “Igual os Lençóis Maranhenses, precisa dar uma mudada, porque o ser humano não vai estragar tudo”.

50 por 1

A temporada sobre o solo verde-amarelo estreou em 10 de novembro. Depois de exibir o oásis goiano, o Jalapão (em Tocantins) e alguns refúgios do Sul brasileiro deverão protagonizar o programa da Record. “Nós temos muitos destinos ainda. Onde você toca, há belezas naturais. É incrível como 27 estados e o Distrito Federal parecem 28 países dentro do Brasil. Surreal”, salienta Alvaro.

“Só não temos neve, o restante há de tudo e abundância. É o melhor país. O brasileiro só dá valor e sentido ao ir para fora. Se olhar para dentro, vai conhecer um espetáculo”, conclui o apresentador.

Em dezembro, o embaixador do turismo esteve em Brasília para a inauguração do Café de La Musique, negócio do qual é fundador.

Alvaro Garnero - Chapada dos Veadeiros
Ele foi a vários cartões-postais da região goiana
Alvaro Garnero - Chapada dos Veadeiros
Segundo o apresentador, o turismo na Chapada só tende a crescer pelo “cardápio de experiências”

 

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias