Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Kate Middleton será privada de privilégio real quando William for rei

O príncipe William desfrutará de várias regalias quando for rei. O mesmo não vale para a futura rainha consorte, Kate Middleton

atualizado 19/01/2022 19:11

Homem ao lado de mulher com vestido na cor lavandaKarwai Tang/WireImage/Getty Images

Integrar a família real britânica requer uma série de responsabilidades. Além das obrigações, os membros da realeza possuem algumas regalias. Por exemplo, a rainha Elizabeth não precisa apresentar o passaporte em viagens ao exterior porque o documento é emitido em seu nome. Quando assumir o posto de rei, o príncipe William desfrutará do privilégio. O mesmo não vale para a mulher dele, Kate Middleton.

De acordo com o portal Express, Kate não será coberta pelo benefício e precisará levar o passaporte quando viajar quando o marido ascender ao comando da Coroa britânica. Na ocasião, a duquesa de Cambridge se tornará rainha consorte, título dado à mulher do monarca reinante, exceto para Camilla Parker Bowles, atual cônjuge do príncipe Charles.

0

O site oficial do Palácio de Buckingham fez uma explicação sobre a regalia: “Como um passaporte britânico é emitido em nome de Sua Majestade, é desnecessário que a rainha possua um”. Atualmente, os passaportes britânicos trazem a seguinte mensagem:

“O Secretário de Estado de Sua Majestade Britânica solicita e exige em nome de Sua Majestade todos aqueles a quem possa interessar permitir que o portador passe livremente sem impedimentos ou impedimentos e prestar ao portador tal assistência e proteção que possa ser necessária”.

Rainha Elizabeth, Kate Middleton e príncipe William
O príncipe William está na segunda posição na linha de sucessão da Coroa britânica

Embora a rainha não tenha o documento, ela precisa passar por algumas análises de segurança toda vez que sai ou entra no Reino Unido. A soberana é obrigada a fornecer o nome completo, idade, endereço, nacionalidade, sexo e local de nascimento aos funcionários da fronteira como parte de uma verificação de identidade.

Marido de Kate Middleton, William é o segundo na linha de sucessão ao trono, ficando atrás do pai, o príncipe Charles. Quando se tornarem rei, as vantagens usufruídas pela rainha passam diretamente a eles. Outro privilégio do monarca reinante é não precisar de carteira de habilitação para dirigir no Reino Unido. Entretanto, a dupla dispõe do documento por ter aprendido a manobrar o volante antes de assumir o posto de soberano.

Exceto o rei ou a rainha reinante, todos os membros da família real são obrigados a passar pelo teste de condução antes de poderem obter a carteira de habilitação. Elizabeth dirige há décadas. Ela aprendeu durante a Segunda Guerra Mundial. Aos 95 anos, ela foi flagrada comandando o volante.

Rainha Elizabeth
Uma das paixões da rainha é dirigir. Ela não abre de mão de comandar o volante

Além dos privilégios anteriores, os carros do monarca reinante não precisam de placas, conforme frisa o tabloide Express. Na série de vantagens, consta ainda a isenção de qualquer ação judicial. William desfrutará do benefício, enquanto Kate poderá ser processada se andar fora da lei. O site do Palácio de Buckingham esclareceu:

“Embora processos civis e criminais não possam ser movidos contra o soberano como pessoa sob a lei do Reino Unido, a rainha tem o cuidado de garantir que todas as suas atividades em sua capacidade pessoal sejam realizadas em estrita conformidade com a lei.”

rainha Elizabeth e Kate Middleton
Elizabeth ao lado da futura rainha consorte, Kate Middleton

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Mais lidas
Últimas notícias