Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Internada, Charlene de Mônaco faz 44 anos. Entenda sua triste vida

Conheça polêmica trajetória da princesa Charlene de Mônaco. Trama inclui fuga do casamento, lua de mel separada do marido e várias traições

atualizado 25/01/2022 15:12

Mulher de vestido de noiva ao lado de homem com terno brancoDanny Martindale/WireImage/Getty Images

Nos últimos meses, a coluna Claudia Meireles ficou atenta ao desenrolar da vida sofrida da princesa Charlene, exilada na África do Sul devido a uma grave infecção. Após a ex-nadadora ser impedida de retornar a Mônaco, mídia e súditos passaram a fazer especulações sobre o motivo. Fugiu do palácio? Quer o divórcio? Abandonou os filhos? Saiba quais os escândalos acompanham a aniversariante do dia, desde antes de integrar a realeza.

Charlene completa 44 anos nesta terça-feira (25/1). A maioria dos integrantes da realeza aparece no aniversário para agradecer as felicitações. O mesmo não deve ocorrer com a princesa, internada em uma clínica de reabilitação para tratar problemas emocionais. Ela quase morreu em uma das cirurgias feitas na África do Sul. Lidar com o quadro de saúde debilitado e as polêmicas em torno do seu nome e casamento a afetaram psicologicamente.

A seguir, a coluna faz uma retrospectiva da vida da princesa Charlene, desde a infância, passando pelo início do triste conto de fadas, até quase morrer em uma operação.

0

Primeiras braçadas

Nascida no Zimbábue em 1978, a aniversariante do dia foi criada na África do Sul. A paixão pelas piscinas vem de família. A mãe da futura princesa, Lynette Humberstone, praticava nado olímpico e teve como treinador Michael Kenneth Wittstock, pai de Charlene. Vendo o ânimo dos patriarcas, a menina aprendeu a nadar aos 3 anos. Talentosa, ela despontou no esporte.

Em 1990, Charlene passou a chamar atenção pela destreza nas piscinas e aceitou o convite para participar de competições. Aos 17 anos, precisou ir morar na cidade sul-africana Durban, a fim de ter aulas com o treinador Graham Hill. O técnico deixou a aluna pronta para integrar a delegação da África do Sul nos Jogos Olímpicos de Sidney, em 2000. No mesmo ano, ela conheceu o príncipe Albert no encontro de natação Mare Nostrum.

Mulher touca laranja dentro do mar
Charlene aprendeu a nadar aos 3 anos

Apesar de não ter subido ao pódio na olimpíada, a nadadora compensou em outro torneio esportivo. Na Copa do Mundo de Natação de 2002, Charlene conquistou três medalhas. Como nem tudo são flores, as vitórias vieram acompanhadas de uma lesão nas costas. O quadro a manteve afastada de campeonatos. Longe das piscinas, ela aproveitou para focar no romance com o príncipe de Mônaco.

Início de um sonho, ou melhor, pesadelo

Filho da princesa Grace Kelly, Albert foi visto pela primeira vez com Charlene em Monte Carlo, em 2001. As aparições do casal se multiplicaram até a confirmação oficial de que estavam namorando. A notícia veio ao mundo na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno na Itália, em 2006. Tendo deixado claro a respeito de querer a nadadora como futura mulher, o príncipe conseguiu atraí-la para Mônaco.

Homem de óculos ao lado de uma mulher acenando. Os dois estão em uma plateia
Clique do casal em 2006

Em 2007, Charlene se mudou para o principado. De acordo com a mídia, o convite de Albert tinha a finalidade de fazer com que a namorada começasse a se acostumar com o futuro lar e “deixasse tudo o que sabia para trás”, publicou o portal Style. Enquanto se instalava em Mônaco, ela não desfrutou de recepções calorosas – a princesa Caroline achava que a cunhada a ofuscava. As duas brigaram feio, segundo rumores.

À Vogue a nadadora descreveu a nova vida: “Às vezes, esmagadora”.

Mulher loira ao lado de homem em uma arquibancada
Os namorados em um evento esportivo, em 2007

Arrastada para o altar

O enlace majestoso de Charlene e Albert ocorreu em 1º de julho de 2011. À época, a mídia descobriu que o casório, com duração de três dias, custou 53 milhões de libras, o equivalente a R$ 392 milhões em cotação atual. O que era para ser o dia mais feliz da vida da noiva foi um tremendo pesadelo. Ao longo do dia, ela não parou de chorar. O motivo das lágrimas? As fugas sem sucesso.

Segundo relatos, Charlene tentou fugir de Mônaco várias vezes antes do casório, entretanto, foi impedida. A terceira suposta tentativa ocorreu dois dias antes da cerimônia.

Mulher vestida de noiva ao lado de homem com terno branco
De acordo com fontes, Charlene tentou fugir antes do casamento

Lua de mel separados

As trágicas confissões em torno do enlace de Charlene e Albert não cessam nas fugas. O casamento começou com o “pé esquerdo”. De acordo com jornais, os pombinhos passaram a noite de núpcias em quartos separados. O afastamento continuou na lua de mel na África do Sul. Cada um se hospedou em um hotel. Enquanto a princesa optou pelo resort de praia de luxo Umhlanga Rocks, o marido preferiu se acomodar no Hilton Hotel, em Durban.

“A explicação é que ele [Albert] queria evitar o trânsito da manhã para chegar às reuniões mais cedo. Ele ficou lá, deixando a pobre Charlene a 16 quilômetros em um hotel à beira-mar”, disse o jornalista Peter Allen, do Daily Mail, ao participar da programação da ABC News. Com o episódio nos holofotes, um porta-voz da realeza confirmou que “por razões práticas, era melhor o príncipe dormir lá”.

Mulher de vestido preto beija homem
Eles passaram a lua de mel em hotéis separados. O clique é de 7 de julho de 2011, dias depois do casamento

Traições e filhos fora do casamento

Não é fácil a vida de princesa. O título vem com o sensacionalismo midiático, principalmente quando se trata de Albert. O passado amoroso do príncipe continua a protagonizar as manchetes e a assombrar o relacionamento com Charlene. Antes de selar a união com a nadadora, fontes defendiam que ele era gay, embora fosse longo o histórico de conquistar belas mulheres.

Do matrimônio, Albert e Charlene tiveram os gêmeos Jacques e Gabriella, de 7 anos. Além dos herdeiros legítimos, o príncipe possui dois filhos ilegítimos. São eles: Jazmin Grace Grimaldi, de 29 anos, e Alexandre Coste, de 18. Ou seja, o jovem foi concebido enquanto o chefe de Estado de Mônaco já mantinha uma relação com a nadadora.

Princesa Charlene, príncipe Albert, Jacques e Gabriella
Princesa Charlene, príncipe Albert, Jacques e Gabriella

Se o casamento dos dois já estava abalado, ficou pior quando uma brasileira entrou na Justiça italiana para pedir o reconhecimento de paternidade por parte de Albert. A mulher, que não teve a identidade revelada, afirma que o príncipe é pai de uma adolescente de 16 anos. Os dois teriam se relacionado em solo tupiniquim em 2005. Ao descobrir o episódio, Charlene “entrou em colapso emocional” por estar cansada da infidelidade do marido.

Quase morte

Por dentro das fofocas palacianas, a revista francesa Madame Figaro revelou que o casal real vive de aparência: “Não divide o mesmo quarto nem a mesma cama há anos”. Albert nega as acusações de que o casamento esteja em crise e próximo do divórcio. A hipótese da separação ganhou fôlego quando Charlene viajou para a África do Sul a fim de participar de uma campanha contra a caça de animais selvagens.

Princesa Charlene
Charlene foi à África do Sul fazer uma campanha em prol da vida selvagem

No país africano, ela descobriu ter uma infecção grave na área que abrange garganta, nariz e ouvidos. Impedida de retornar para Mônaco devido à saúde debilitada, Charlene se submeteu a três operações e, em uma delas, quase morreu. Segundo fontes do Page Six, a situação foi “abafada” pela Casa Real. Amigos da ex-nadadora criticaram a instituição por “apresentar a princesa com algum tipo de problema mental ou emocional”.

De acordo com os informantes, as três operações que Charlene precisou fazer a impediram de “comer alimentos sólidos”. “Só pôde ingerir líquidos por meio de uma palhinha, por isso, perdeu quase metade do seu peso corporal. [Ela] está esgotada por ter passado por tantas cirurgias durante seis meses e por não ter comido adequadamente”, confirmaram os amigos.

Princesa Charlene
Charlene publicou a fotografia antes de submeter à terceira cirurgia

Retorno nada triunfal

Em novembro, Charlene recebeu o aval para voltar para casa, em Mônaco. Entretanto, quando desembarcou no principado, foi anunciado o afastamento dela da vida pública. A ex-nadadora está em uma clínica de reabilitação para tratar de problemas emocionais. Para preservá-la, a Casa Real optou por manter em segredo a localização de onde a princesa se encontra internada.

Princesa Charlene, príncipe Albert, Jacques e Gabriella
Clique do retorno da princesa Charlene

No dia em que Charlene comemora 44 anos, os súditos aguardavam uma aparição dela, pelo menos, nas redes sociais. Sem sucesso. O único spoiler veio de Albert. Ele parabenizou a mulher com uma postagem no perfil oficial do Palácio de Mônaco. Um vídeo mostra imagens inéditas da ex-nadadora, desde a infância até a atualidade. Até então, não sabe se ela poderá receber visita do marido e dos filhos.

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Mais lidas
Últimas notícias