Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Instrutora das famosas, Adriana Camargo ensina ioga em lives

Na lista de alunos da renomada professora de yoga está o nome de Flávia Alessandra, Marina Moschen, Nathalia Dill e Daniella Sarahyba

atualizado 06/04/2020 9:13

Adriana Camargo@adrianacamargo_yoga/Reprodução/Instagram

A live tornou-se a plataforma perfeita para aprender novas atividades durante o período de confinamento social. Dentre tantos conteúdos disponíveis na palma da mão, a ioga ganhou destaque. Professores da prática milenar têm feito as aulas via Instagram e convidam os seguidores a repetirem as posturas em casa. Adriana Camargo é uma das instrutoras a compartilhar do método de ensino.

Na lista de alunos da professora está o nome de Flávia Alessandra, Marina Moschen, Nathalia Dill e Daniella Sarahyba. Ao fazer as lives com frequência, o número de aprendizes só aumentou.

Mas, algumas pessoas por falta de conhecimento, ainda possuem resistência em se lançar na modalidade que, de acordo com Adriana, só tende a trazer benefícios, principalmente na quarentena. Durante os movimentos, ocorre o estímulo da produção de gaba, neurotransmissor de efeito calmante.

Adriana Camargo
Durante o período de confinamento domiciliar, Adriana tem feito lives no Instagram

Para a professora, o atual momento propicia a vivência da prática devido contribuir no equilíbrio psicológico. “O ioga traz positividade e harmonia às pessoas, de forma geral, por trabalhar a estabilidade das energias do cérebro, emoções e corpo”, ressalta. Outra vantagem da modalidade é unir atividade física. Conhecido como vinyasa, o método adepto pela instrutora tem mais dinamismo e, consequentemente, maior gasto calórico.

O vinyasa mistura exercícios completos de força, flexibilidade, resistência, foco e equilíbrio, principal razão por ser recomendado aos idosos. Por conta do envelhecimento, pessoas da terceira idade perdem a firmeza postural, mas ao praticar o método, o corpo gera a estabilidade mental. Segundo Adriana, o ioga pode ser desempenhado por todos, de crianças a idosos até 90 anos, não há faixa etária máxima:

“Para fazer ioga, só precisa estar vivo, respirando, ter vontade e um tapete. Sempre existe uma adaptação do exercício. Não é uma prática de se cobrar. Você faz o que tiver de acordo com a possibilidade do dia. Costumo frisar a importância de vivenciar o ioga consigo e dar o melhor de si a cada aula, nada de se espelhar ou competir com pessoas em etapas avançadas”.

Adriana Camargo
Segundo Adriana, o yoga pode ser desempenhado por crianças até idosos, não há faixa etária máxima

Aos iniciantes, Adriana aconselha começar com respeito ao próprio corpo e não ir além do suportável. “Você não precisa tentar uma torção que ainda não consegue. Seja sua melhor versão”, orienta. Entre os pilares da prática milenar estão o autoconhecimento e o autorrespeito.

A cada live, ela recebe novos alunos. Eles têm dado feedbacks positivos e parabenizado a professora pela iniciativa de colaborar com o equilíbrio mental e corporal durante a quarentena.

“Estou muito feliz com esse trabalho. Uma experiência inovadora, recompensadora e enriquecedora. Nunca mais seremos os mesmos depois da quarentena. O período mostrou que não estamos sozinhos. Não existe o ser humano só. Somos nós. É união, significado primordial da ioga”, pondera Adriana.

As lives no perfil do Instagram de Adriana ocorrem nas terças e quintas-feiras, às 8h, e aos domingos, a partir das 10h. O conteúdo fica disponível durante 24h na ferramenta, caso não dê para participar no horário da aula.

Adriana Camargo
A instrutora faz lives com os seguidores três vezes na semana

Ficou com vontade de experimentar a prática? Adriana ensinou três posições de ioga aos iniciantes:

Natarajasana

Postura de Shiva dançarino. Essa exige um pouco mais de equilíbrio que as outras duas posições. Começa juntando bem os joelhos, trazendo calcanhar no bumbum e esticando a perna de base. Alongar também o braço à frente e olhar o dedo médio da mão.

Daniella Sarahyba e Adriana Camargo
Daniella Sarahyba e Adriana Camargo

Padahastasana

Postura da mão embaixo do pé. Primeiramente, ao inalar o ar, abra o peito e quando exalar, coloque as mãos embaixo dos pés. Se conseguir, estique a perna e empurre o calcanhar no chão. Se for complicado, flexione as pernas. O importante é você respirar com o abdômen contraído e trazer a sua presença à postura.

Vrikshasana

Postura da árvore. É fazer com que o calcanhar empurre a perna oposta. Digamos, apoiar o calcanhar da perna direita na sua perna esquerda, enquanto empurra o pé base no chão. Vale ressaltar que o calcanhar deve ficar acima ou abaixo do joelho, nunca em cima para não forçar a articulação. A ação dará uma estabilidade, além de trabalhar a musculatura do pé.

Adriana Camargo com as filhas
Adriana com as filhas Melissa e Clara

Relax

Para finalizar uma sessão de relaxamento. Sente-se no tapete com as pernas cruzadas. Procure um mantra ou palavra que te traz boas vibrações. Repita internamente várias vezes, pois fará com que você entre em um estado meditativo. Uma dica: comece com cinco minutos e aumente com o tempo da prática.

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias