Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Cansou? Veja 7 dicas para fazer pausas e melhorar humor e disposição

Médica especialista em bem-estar fala sobre a importância de fazer intervalos ao longo do dia para manter a saúde e o rendimento

atualizado 30/07/2021 9:09

Pausa - chá e livroPexels

A hiperconectividade, o ritmo acelerado e a cobrança por resultados fazem com que você se sinta esgotado ao final do dia? Pois saiba que fazer pausas, mesmo que breves, é capaz de melhorar o humor, a concentração, o rendimento intelectual e a disposição.

“Ao contrário do que se imaginava inicialmente, as pausas contribuem para um trabalho mais produtivo. Você volta com mais foco, atenção e disposição”, garante a médica Priscilla Proença, especialista em medicina do estilo de vida.

Os cientistas do National Institute of Health concordam com a teoria de Proença. Um estudo publicado em junho revelou que o descanso ajuda o cérebro a aprender novas habilidades. O período chamado de “repouso desperto” desempenha um papel importante na consolidação de memórias do que aprendemos.

Mas não confunda o “repouso desperto” com o “ócio criativo”. Aqui, a ideia é aproveitar o tempo livre sem obrigações, focando apenas em se reconectar. É o que os holandeses chamam de niksen ou “não fazer nada”. O verbo foi criado para indicar um método de combater problemas de saúde relacionados ao trabalho, como estresse e burnout.

0

Quando estamos imersos em uma atividade estressante, o organismo libera cortisol, o hormônio do estresse. Ele é prejudicial ao sistema imune e provoca o surgimento de doenças, como transtorno de ansiedade, depressão, diabetes, pressão alta e estresse crônico, informa a médica.

Os intervalos funcionam como um restart cerebral, emocional e físico. Eles podem ser feitos como micro ou macro pausas. De forma micro, você pode parar por cinco a dez minutos a cada duas horas para tomar um chá ou respirar lenta e profundamente em uma meditação, por exemplo. É tempo suficiente para se reconectar. Em uma visão macro, organize férias ou um dia de folga para se desconectar.

“É um hábito que todo mundo deveria adotar. Assim como o nosso corpo precisa de atividade física, o nosso cérebro precisa de hábitos que vão gerar saúde”, garante.

Culpa

Em meio a tantas demandas – profissionais e pessoais – ter um momento de folga acaba se tornando um motivo de culpa. A especialista em bem-estar explica, no entanto, que a ideia de que estar ocupado o tempo todo é sinônimo de sucesso é um processo cultural, mas prejudicial à saúde.

“Muitas vezes evitamos fazer pausas acreditando que vamos perder tempo mas, na verdade, se você não as fizer, não vai ter um bom rendimento no trabalho e nas atividades”, conta.

“A gente vive um momento global de muita cobrança, em que temos que estar hiperconectados o tempo todo. Gerou-se uma cultura de que ser multitarefas é benéfico, quando na verdade não é”, destaca a médica. “Você pode ser multifuncional. Por exemplo, eu sou uma médica que sei fazer outras coisas, mas isso não significa fazer tudo ao mesmo tempo”, conclui.

Veja sete dicas da médica para incorporar pausas à rotina:

Comunique as pessoas sobre as pausas

Compartilhe com os colegas de trabalho e o chefe o seu horário de almoço e descanso. O hábito ajuda a estabelecer limites e a garantir que aquele tempo será voltado exclusivamente para você, sem a ansiedade de precisar ficar ligado ao celular.

Tenha momentos de autocuidado

Aproveite este tempo para fazer um chá, uma caminhada ao ar livre, cuidar da pele, ler um livro prazeroso, praticar técnicas de mindfulness, meditar ou praticar uma outra atividade prazerosa.

“Estar presente é muito importante. Pare para fazer um ritual de preparação de um chá para quebrar a rotina”, sugere a médica.

mulher passando máscara facial

Organize a rotina

Gerenciar as tarefas e os compromissos contribui para a qualidade de vida porque elimina a ansiedade e a procrastinação. Tenha uma agenda ou um planner sempre à mão para anotar as atividades importantes.

Exercite-se

Para quem trabalha com computador, uma boa dica é fazer o alongamento de pulso. É um exercício simples, mas que faz muita diferença para quem passa horas digitando.

Estique os braços para frente e use uma das mãos para puxar os dedos da outra na direção do corpo por cinco segundos. Depois troque de mão e repita o movimento.

Alongamento mãos

Tenha um sono de qualidade

Dormir bem é muito importante para o bom funcionamento do cérebro. Até mesmo um cochilo de 20 minutos após o almoço pode ser restaurador para que você encare o restante do dia com mais disposição. “O sono é a nossa principal pausa e ela deve ter qualidade”, assegura Priscilla.

Faça conexões sociais

Na pausa para o cafezinho, aproveite para conversar com amigos e ligar para parentes para colocar o assunto em dia. Manter uma rede de apoio é importante para ter momentos de conexão social saudável.

Telefone no trabalho

Exercite a mente

Aproveite para aprender novos idiomas e habilidades. Jogos, leituras, pintura e prática de bordado são muito bem-vindos.

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias