Filho de produtores da Globo e Record é alvo de racismo no RJ

Menino sofreu preconceito de seguranças do Cobal, centro comercial no Humaitá, em Botafogo, zona sul da capital

Reprodução/Instagram

atualizado 16/02/2020 18:19

Um menino de 9 anos, filho dos produtores de elenco Mônica Teixeira (Record TV) e Fábio Zambroni (Rede Globo), passou por um lamentável episódio de racismo no Rio de Janeiro.

Segundo relatos dos pais da criança postados no Instagram, seguranças do Cobal, centro comercial no Humaitá, zona sul da capital fluminense, foram preconceituosos com o garoto, Bento Teixeira Zambroni.

0

Os produtores não entraram em detalhes sobre o que aconteceu, mas se mostraram indignados e consternados. “Queridos, meu amado filho acabou de sofrer racismo no quintal da minha casa pelos seguranças da @cobaldohumaita e ainda fui intimidada pelo segurança que acha que está correto. Duro sentir na pele”, escreveu Teixeira.

Também no Instagram, Zambroni agradeceu o apoio de amigos. “Um beijo pra todas as mensagens de amor que recebemos. Onde não falta afeto tudo se transforma e não tem ódio nem ressentimento que achem moradia”, escreveu.

Últimas notícias