Engordei! Como emagrecer?

Ao ser submetido a dietas radicais, o metabolismo fica comprometido e a chance de ganhar peso novamente é bastante elevada

iStockiStock

atualizado 11/03/2019 9:22

Submeter seu corpo a práticas extremas de emagrecimento é a pior alternativa para um processo saudável e duradouro.

Perder peso é diferente de emagrecer. Esse peso que foi eliminado de maneira rápida nada mais é do que água. Emagrecer é diminuir gordura corporal e isso demanda tempo e orientação.

Quando o organismo é submetido a dietas radicais, seu metabolismo fica comprometido e a chance de ganhar peso novamente é bastante elevada. Mais de 70% das pessoas voltam ao peso anterior ou maior ainda do que estavam antes da “dieta.”

Esses procedimentos milagrosos e dietas detox, que prometem desintoxicar o organismo, também são formas de te fazer acreditar em coisas que não são fundamentadas em condutas científicas.

Uma maneira de ajudar o organismo nesse processo é optar por alimentos naturais. Evite os alimentos processados, açúcares, adoçantes artificiais, bebidas alcoólicas, entre outros. Restrições alimentares inadequadas podem trazer consequências futuras graves, como por exemplo, compulsão alimentar, hipotireoidismo “transitório”, ansiedade e até depressão.

Não é possível mudar hábitos de anos em poucas semanas. Procure ajuda de um nutricionista e conquiste resultados reais e duradouros. As necessidades alimentares são individuais. Não  generalize.

SOBRE O AUTOR
Sabrina Mundim

Graduada em Educação Física pela Universidade Católica de Brasília (UCB), é especialista em Emagrecimento e Treinamento Resistido pela Universidade Gama Filho. Atualmente, colabora com o portal Metrópoles na coluna Na Medida.

Últimas notícias