Cuidado! Emagrecimento rápido pode trazer problemas futuros

Cada vez que o organismo repetidas vezes perde e ganha quilinhos extras, é mais difícil manter o padrão corporal na próxima tentativa

atualizado 27/11/2019 18:30

Getty Images

A perda de peso em grande proporção ou/e de maneira rápida normalmente vem acompanhada de consequências negativas para o organismo, interferindo diretamente no metabolismo.

O emagrecimento de maneira brusca e com restrições alimentares excessivas diminui o metabolismo por meio do mecanismo de termogênese adaptativa.

Esse processo leva o gasto energético do corpo a um nível consideravelmente baixo, fazendo com que ele fique muito econômico, e seja cada vez mais difícil sustentar as calorias “perdidas”.

Se você é uma dessas pessoas que vive em pé de guerra com a balança, repense suas atitudes. Sem dúvida, isso vira um problema. Será um eterno perde-ganha, gerando o tão conhecido efeito sanfona.

Cada vez que o organismo repetidas vezes perde e ganha quilinhos extras, é mais difícil manter o padrão corporal na próxima tentativa de emagrecer.

Quer emagrecer e se manter magro? Fuja de estratégias alimentares drásticas, aumente a quantidade de treinos de alta intensidade e diminua a quantidade de treinos de longa duração.

Busque ajuda de um nutricionista que se preocupe com você e que prepare um plano alimentar adequado de acordo com as suas necessidades, sem comprometer a sua saúde.

Últimas notícias