Como treinar musculação para definição, emagrecimento, hipertrofia ou força

Objetivos são diferentes e demandam estratégias específicas

atualizado 23/11/2020 11:23

Pixabay

Durante muitos anos, as pessoas se convenceram de que, para ficar forte, o ideal era pegar muito peso no treino de musculação e fazer poucas repetições. Quem queria emagrecer, por outro lado, deveria pegar pouco peso e realizar muitas repetições.

Mas será que é bem assim?

Em primeiro lugar, independentemente de a quantidade de repetições ser 20, 12, oito ou seis, o resultado é um só: hipertrofia muscular. A mesma regra vale para a quantidade de carga utilizada, o que chamamos de “peso”.

Músculo não sabe contar. Dito isso, é um mito pensar que três séries de 20 repetições são perfeitas para quem quer definição muscular, ou que três séries de 10 surgem como a melhor opção para hipertrofia.

As repetições estão associadas ao estímulo proposto, que pode ser tensional ou metabólico. O primeiro envolve altas cargas e baixas repetições, enquanto o segundo pede justamente o contrário.

Esses métodos existem com a finalidade de facilitar o processo de entendimento e organização de um planejamento de hipertrofia.

O mais importante, em resumo, é variar os estímulos, e isso não depende de qual é o seu objetivo. Ou seja, o seu programa de treino deve variar entre tensional e metabólico, sempre.

Treine até a falha, dentro do limiar de repetições proposto pelo seu professor. Por fim, mas não menos importante, a sua alimentação interfere diretamente no objetivo. Sabe aquela história de que abdômen se constrói na cozinha? É a mais pura verdade!

Últimas notícias