Agente de Dayane Mello, do Big Brother Itália, afirma: “Diz o que pensa”

“Ela é o alvo mais fácil, pois está sempre envolvida em alguma trama”, comenta a agente de Dayane Mello, a italiana Paola Benegas

atualizado 14/01/2021 13:39

reprodução/instagram

O público está tão sedento pela estreia do Big Brother Brasil que encontrou uma brasileira para torcer na versão italiana do reality show. Dayane Mello já está em seu décimo paredão e vem sendo salva semanalmente pelos fãs que conquistou aqui e ao redor do mundo. A coluna conversou com a agente da modelo para conhecer mais sobre ela.

Na última segunda-feira, Dayane foi salva da eliminação no Grande Fratello VIP, como é chamada a versão italiana com famosos do Big Brother, e foi imediatamente indicada para mais uma berlinda. “Ela é o alvo mais fácil, pois está sempre envolvida em alguma trama”, comenta a agente da modelo, a italiana Paola Benegas.

0

“Ela assusta os participantes por ser uma pessoa de personalidade forte e que fala o que pensa. E, muitas vezes, ela é mal interpretada e atacada pelos participantes e alguns telespectadores mais conservadores. Está sendo exaustivo para ela, mas sua determinação é exemplar. Ela busca uma vida melhor para sua filha e sua família”, diz a agente.

Xenofobia e machismo

Os ataques a que Paola se refere são comentários machistas e xenofóbicos a que a modelo foi alvo, como de que ela “merecia ser estuprada”, feito por um dos participantes. Mas a história de vida da brasileira mostra que ela já enfrentou muitas adversidades. No programa, Dayane contou que foi abandonada pela mãe aos 4 anos de idade.

Dayane nasceu em uma família humilde no interior de Santa Catarina, passou por dificuldades financeiras e foi descoberta como modelo aos 16 anos. Ela se mudou para a Itália em 2014 e lá teve uma filha. Apesar de estar confinada há quase quatro meses, a brasileira tem um pouco de contato com o mundo externo.

O Grande Fratello permite que os participantes recebam algumas mensagens. “Pelo fato de seu irmão e pai morarem no Brasil e sua filha ser menor de idade, Dayane é a participante que menos recebe qualquer tipo de comunicação externa. Mas ela vem recebendo o carinho do público através de mensagens nos aviões”, explica Paola.

“Acredito que ela tenha uma noção que está sendo bem recebida pelo público brasileiro, mas desconhece a imensidão desse amor da torcida que está realmente comprometida em torná-la campeã. O público brasileiro é muito carinhoso e acabou sendo tocado pela trajetória de Dayane no jogo e na sua vida”.

Além dos brasileiros, Dayane já tem fãs ao redor do mundo também. “Ela vem conquistando o público justamente pelo o que assusta a Itália conservadora: seu jeito autêntico e afetuoso. Ela tem muitos fã-clubes aqui na Itália, mas o número tem aumentado. Sabemos de fãs na Espanha, Portugal, Argentina, Chile, Estados Unidos, e, claro, do Brasil”.

Últimas notícias