Mesa Diretora desiste da verba de passagens e diárias a distritais

Decisão foi tomada nesta quarta e, segundo presidente da Casa, não há data de retorno da discussão: “Temos outros assuntos mais importantes”

Michael Melo/MetrópolesMichael Melo/Metrópoles

atualizado 20/03/2019 20:31

A Mesa Diretora da Câmara Legislativa (CLDF) decidiu, nesta quarta-feira (20/3), retirar de pauta a proposta de regulamentação de diárias e viagens pagas pela Casa aos deputados distritais. Por determinação do colegiado, o presidente da Casa, Rafael Prudente (MDB), afirmou que o assunto ficará sobrestado e sem data para voltar às discussões.

“Temos outros temas muito mais importantes para tratar. É importante frisar que esta gestão prioriza a austeridade, a redução e o controle dos gastos, além da transparência. Portanto, a proposta não cabe e não tem data para ser avaliada”, garantiu o emedebista.

A má repercussão ocorreu depois que o deputado distrital Rodrigo Delmasso, vice-presidente da Casa, decidiu avaliar exceções para reembolsar distritais que se afastarem em missões exclusivamente oficiais. Ele afirmou ter sido mal interpretado após o assunto se tornar público.

“Estão dizendo que quero criar um auxílio-viagem, e não é nada disso. O que quero é regulamentar viagens de caráter oficial, exclusivamente a trabalho, para representar a Câmara Legislativa. Qualquer empresa do mundo paga as despesas de seus funcionários quando há viagem a trabalho”, disse na época da polêmica.

Nesta quarta-feira, contudo, ao confirmar ao Metrópoles a suspensão da proposta, Delmasso resolveu botar um fim na discussão. “Minha proposta era regulamentar, mas como não foi bem recebida pela sociedade, decidimos ouvir a voz das ruas e manter a suspensão”, disse.

SOBRE OS AUTORES
Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Manoela Alcântara

Formada em jornalismo pelo Icesp. Trabalhou na Voz do Brasil, no Jornal de Brasília e no Correio Braziliense. Ganhadora de dois prêmios Sebrae de Jornalismo Econômico, uma das vencedoras do 1º Prêmio Polícia Federal de Jornalismo, jornalista destaque da Universidade de Brasília (UnB) por três vezes consecutivas. Repórter de Política local do Metrópoles desde 2015.

Últimas notícias