*
 
 

O pré-candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF) pelo PRP, general Paulo Chagas, atacou o Supremo Tribunal Federal (STF) e saiu em defesa do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ). Em vídeo publicado no Facebook nessa segunda-feira (2/7), o militar disse que o STF se faz de isento, mas “retarda processos, acoberta e favorece bandidos poderosos condenados, como José Dirceu”.

Paulo Chagas emenda elogios ao presidenciável e aponta: o Supremo mantém “acusações absurdas” que envolvem racismo e apologia ao estupro porque Bolsonaro é, entre outras coisas, honesto. “Não é demagogo, é honesto, é franco, diz o que pensa, não esconde o que faz. E, principalmente, não é corrupto. É por isso que a nossa desacreditada Suprema Corte mantém Bolsonaro como réu de acusações absurdas que envolvem calúnia, racismo, apologia ao estupro”, disparou.

Segundo o oficial, isso é “ridículo”, pois há provas da inocência de Bolsonaro. “O que agrava o absurdo e deixa clara a motivação política desses processos. Além, é lógico, de revelar o pânico que pessoas como Bolsonaro provocam nas autoridades comprometidas com o mecanismo de exploração da sociedade brasileira”, afirmou.

Palanque
Paulo Chagas pretende oferecer palanque na capital da República para o parlamentar durante a corrida pelo Palácio do Planalto.

Ao fim, o general deixa mensagem otimista aos seguidores. “Mas, amigos, nós não temos nada a temer, pois nós vamos vencer, pois nós temos a razão, e quem tem a razão tem Deus ao seu lado. Com Deus ao nosso lado, nós apenas temos que tomar um rumo, o rumo da vitória”, concluiu.

Confira o vídeo:



 


STFbolsonaroeleições 2018VídeoPRPGeneral Paulo Chagas