*
 
 

“A gente pode agregar bastante”. A declaração dessa sexta-feira (6/7) ao Metrópoles sinaliza que o ex-secretário de Meio Ambiente na gestão de Agnelo Queiroz (PT) e presidente do PV-DF, Eduardo Brandão, está propenso a aceitar um eventual convite para ser candidato a vice-governador na chapa de reeleição do atual chefe do Executivo local, Rodrigo Rollemberg (PSB). O PV é a primeira legenda do Distrito Federal a declarar apoio à renovação do mandato do socialista.

A escolha será feita de forma muito cuidadosa por Rollemberg, considerando que o atual vice-governador, Renato Santana (PSD), rompeu com a gestão socialista e acabou isolado dentro do Palácio do Buriti.

Minha relação com o Rodrigo é desde jovem. Fomos criados juntos. Seja qual for a decisão, vou permanecer na minha linha de caráter, sendo ou não vice. Mas acho que a gente pode agregar bastante. Mas essa escolha é pessoal [do governador]"
Eduardo Brandão, presidente do PV-DF e possível candidato a vice de Rollemberg

O ex-secretário de Meio Ambiente reconhece que o momento ainda é inoportuno para definições, mas afirma estar participando das conversas para a composição da aliança voltada à renovação do mandato do atual gestor do GDF .

“Quando firmamos o compromisso, fechamos uma boa chapa para distrital, bons nomes para federal, o que levaria o meu nome para a chapa majoritária. Só não fechamos para qual posição: se vice ou Senado. Estaremos juntos de qualquer forma, porque firmamos uma aliança programática”, disse Brandão.



 


Rodrigo Rollembergeleições 2018vice-governadoreduardo brandão