*
 
 

O ex-governador José Roberto Arruda (PR) ressurgiu de vez das sombras da política. Após discursar ao lado do pré-candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF) Jofran Frejat (PR) no sábado (30/6), nesta quinta-feira (5/7) esteve presente em um evento com policiais e bombeiros militares.

O republicano dividiu palanque com o deputado federal e pré-candidato a senador Alberto Fraga (DEM) e a esposa, Flávia Arruda, que almeja uma vaga na Câmara dos Deputados. O ex-chefe do Executivo local não dispensou o microfone e falou sobre o passado e o futuro.

Conforme quem esteve na ocasião, Arruda enalteceu a mulher e declarou: ela será a madrinha da PM. O ex-governador chegou até a fazer promessas.

Segundo o organizador do evento, o subtenente e ex-administrador de Candangolândia João Hermeto, uma das propostas é a reestruturação da Lei nº 12.086, que trata da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do DF. A mudança precisa ser aprovada no Congresso Nacional.

O encontro no Palhoça, em Candangolândia, foi marcado a fim de fortalecer a pré-campanha para deputado distrital de João Hermeto. Em torno de 150 PMs e bombeiros marcaram presença. Cada um pagou R$ 35 pelo jantar.

Legado
Nas redes sociais, Flávia Arruda fez um apelo aos seguidores. “Precisamos retomar o legado Arruda”, publicou, em foto tirada durante encontro com empresários de Taguatinga e Vicente Pires. À noite, posou ao lado do marido. “Meu grande incentivador e companheiro”, declarou-se.

A gestão de Arruda à frente do Palácio do Buriti foi interrompida em 2010 por decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF). O ex-governador está inelegível por condenação em 2ª instância referente a um dos processos Pandora.

 



 


alberto fragaJosé Roberto Arrudaeleições 2018prFlávia Arruda