Covid-19: Semob quer testar 12 mil motoristas, cobradores e fiscais do DF

Pedido ocorre após o MPDFT cobrar da Secretaria de Saúde a realização de exames em usuários e rodoviários do sistema coletivo local

Funcionário de empresa limpa ônibus na rodoviária do Plano PilotoHugo Barreto/Metrópoles

atualizado 02/06/2020 18:13

A Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) solicitou para a Secretaria de Saúde a destinação de 12 mil kits para a testagem de Covid-19. A ideia é aplicar o exame em todos os trabalhadores que atuam no sistema de transporte público do Distrito Federal, incluindo motoristas, cobradores e fiscais. No início de maio, a pasta informou ao Ministério Público de Contas (MPC-DF) que o setor seria o próximo alvo da ação de monitoramento das contaminações pelo novo coronavírus.

O pedido ocorre após o Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT) ter cobrado do Governo do Distrito Federal (GDF) a realização de exames no transporte coletivo devido à retomada gradual das atividades econômicas pós quarentena. O órgão deu um prazo de 72 horas para a Saúde se manifestar – prazo encerrado na última segunda-feira (02/06).

Com a força-tarefa criada, os promotores têm acompanhado de perto o aumento do número de casos de Covid-19 entre rodoviários com preocupação. De acordo com a publicação do MPDFT, apesar da obrigatoriedade do uso das máscaras e da adoção de medidas de higienização dos veículos coletivos, passageiros e trabalhadores convivem com o alto risco de infecção, dado o caráter essencial da atividade e a necessidade de contato com grande número de pessoas.

“Nosso principal objetivo é proteger a saúde dos trabalhadores e de todos os usuários do sistema. Dessa forma, se faz necessário o planejamento e a adoção de ações para reduzir a contaminação e preservar a saúde”, afirmou o procurador distrital dos Direitos do Cidadão e coordenador da força-tarefa, José Eduardo Sabo.

Acionada pelo Metrópoles, a Secretaria de Transporte explicou que “a data para a testagem de usuários e colaboradores do Sistema de Transporte Público do Distrito Federal está sendo definida com a Secretaria de Saúde”.

Já a Secretaria de Saúde informou que “os postos de drive trhu, itinerantes e as unidades básicas de saúde (UBS) estão à disposição de toda a população do DF para realizar os testes rápidos.” De acordo com a pasta, esses locais podem ser procurados também pelos profissionais de transportes públicos, por se tratar de um serviço essencial.

“A SES tem conhecimento da importância da testagem em massa e desde o dia 21/04/2020 está se empenhando para que a população do DF seja testada de maneira responsável, rápida e na maior quantidade possível”, conclui nota encaminhada à reportagem.

 

0
Monitoramento

De forma paralela, o MP disponibilizou questionários para que usuários e trabalhadores possam avaliar o respeito às novas regras e usar a experiência de auditoria cívica para monitorar, por exemplo, o uso de equipamentos de segurança, além de vistoriar a higienização e a lotação dos veículos.

Para a promotora de Justiça Lenna Daher, uma das coordenadoras do projeto, o momento deve ser de atenção. “A reabertura de grande parte dos estabelecimentos comerciais tem impacto direto na lotação do transporte público. Nosso objetivo é avaliar se esse retorno às atividades está sendo feito de forma segura para todos”, afirmou.

Nas respostas dos usuários, os temas mais críticos apontados foram ventilação e temperatura no interior dos veículos, segurança no trajeto até a parada, falta de proteção contra sol e chuva e iluminação dos pontos de ônibus. Todos esses quesitos tiveram avaliação “ruim” ou “péssimo” nos questionários.

A lotação dos veículos é o único quesito avaliado que obteve avaliação negativa absoluta “péssimo”. Os passageiros relatam desconforto devido à superlotação, insuficiência ou inexistência de abrigos nos pontos de ônibus e esperas prolongadas. A percepção sobre o preço da passagem também é negativa em razão da má experiência vivida diariamente.

A pesquisa está aberta a participantes do Distrito Federal e do Entorno. Os usuários do transporte público podem acessá-la clicando neste link, contudo há um questionário específico para motoristas e cobradores.

Últimas notícias