Após renúncia de Adelmir, Chico Maia é eleito presidente da Fecomércio

Eleição foi realizada nesta sexta-feira (18/1) e referendou o então vice-presidente como sucessor do ex-titular da entidade

Luciano Freire / FecomércioLuciano Freire / Fecomércio

atualizado 18/01/2019 20:32

O empresário Francisco Maia foi eleito nesta sexta-feira (18/1) presidente da Federação do Comércio do Distrito Federal (Fecomércio-DF). Ele assume a vaga deixada com a renúncia de Adelmir Santana, que se desentendeu com o comando nacional da Confederação Nacional do Comércio (CNC). Por 16 votos a 10, os conselheiros o confirmaram no posto. A proposta derrotada era de fazer novas eleições.

Francisco Maia era vice-presidente da entidade e passou a responder interinamente desde 7 de janeiro. Internamente, o empresário é tido como o preferido do antecessor para ocupar a cadeira. Contudo, oficialmente, Santana chegou a declarar que não apoiaria nenhum nome para o comando da Fecomércio.

Diferenças
Em novembro de 2018, o ex-senador Adelmir Santana resolveu testar seu nome e lançou uma chapa independente à presidência da CNC, contrariando o grupo da situação, ao qual ele também pertencia. Acabou derrotado por 24 votos a 4. Dois meses depois do episódio, ele convocou uma reunião extraordinária da diretoria da Fecomércio-DF para comunicar a decisão de deixar o posto após 17 anos.

Material cedido ao Metrópoles
Conselho de representantes da Fecomércio: 16 votos a favor e 10 contra a efetivação de Chico Maia

SOBRE O AUTOR
Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Últimas notícias