Saiba quem é Paolo Roversi: o fotógrafo do Calendário Pirelli 2020

O italiano é conhecido por uma linguagem visual poética com focos discretos de luz

Reprodução/Paolo RoversiReprodução/Paolo Roversi

atualizado 06/05/2019 16:31

Há cerca de quatro anos, o tradicional Calendário Pirelli assumiu uma pegada mais conceitual e abandonou o erotismo pelo qual ficou conhecido. A última edição, por exemplo, levantou o tema da insatisfação no ambiente de trabalho, com cliques do escocês Albert Watson de personalidades renomadas, como Gigi Hadid e Julia Garner. A próxima publicação, ao que tudo indica, também promete.

A Pirelli anunciou o nome de Paolo Roversi para fotografar o calendário de 2020. O italiano é conhecido por um estilo autêntico, que combina uma linguagem visual clássica a elementos dramáticos.

Vem comigo saber mais!


Nascido em Ravena, na Itália, o interesse de Paolo Roversi pela fotografia foi despertado em uma viagem à Espanha, quando ele ainda era adolescente. Na volta, decidiu construir uma câmara escura para imprimir fotos em preto e branco.

A carreira profissional começou em 1970 com trabalhos de fotojornalismo, na Agência Huppert. Aos poucos, com a ajuda de colegas, mudou o foco para a moda. Depois de quatro anos, tornou-se assistente do fotógrafo britânico Lawrence Sackmann.

Logo depois começou a fazer os próprios editoriais de moda e campanhas. Em pouco tempo, realizou trabalhos para veículos renomados, mas foi na Marie Claire que o fotógrafo publicou seu primeiro grande projeto fotográfico.

Atualmente, com mais de 40 anos de carreira, Roversi acumula um currículo extenso, com trabalhos para marcas como Armani, Vera Wang, Comme des Garçons, Dior e Chanel, além de para as revistas Vogue, Vanity Fair Elle e W Magazine. Entre as personalidades que já foram fotografadas por ele, estão Natalia Vodianova, Björk, Annie Lennox, Kate Moss e Rihanna.

O olhar de Roversi inclui pouca luz, como uma espécie de resgate da estética do daguerreótipo, o primeiro processo fotográfico. Para isso, ele explora a técnica low-key, na qual poucos elementos da imagem ganham destaque iluminado. Apesar de preferir o preto e branco, quando opta por outras cores, as tonalidades ajudam a compor o tom poético e artístico que está na composição do profissional.

Reprodução/Paolo Roversi
Paolo Roversi foi o escolhido para o Calendário Pirelli 2020

 

Reprodução/Paolo Roversi
O fotógrafo utiliza a técnica low-key, que inclui focos discretos de luz

 

Reprodução/Paolo Roversi
O preto e branco ou sépia são destaques no trabalho de Roversi

 

Reprodução/Paolo Roversi
A fotografia de Paolo Roversi tem um ar dramático

 

Reprodução/Paolo Roversi
Quando usa cores, ele aposta em um tom poético

 

Reprodução/Paolo Roversi
Roversi já foi assistente do fotógrafo britânico Laurence Sackman

 

Reprodução/Paolo Roversi
Rihanna na capa de Bitch Better Have My Money

 

Reprodução/Paolo Roversi
O olhar do fotógrafo tem tudo a ver com o novo conceito do anuário

 

Reprodução/Paolo Roversi
Os cliques são conceituais

 

Reprodução/Paolo Roversi
Paolo Roversi é conhecido por uma linguagem visual íntima e uma luz mais fria

 

Reprodução/Paolo Roversi
Kate Moss para a W Magazine

 

Reprodução/Paolo Roversi
Natalia Vodianova por Paolo Roversi

 

Reprodução/Paolo Roversi
O artista trabalha com uma estética interessante

 

Reprodução/Paolo Roversi
O Calendário Pirelli deixou de ser publicado entre 1974 e 1984

 

Reprodução/Paolo Roversi
As fotos do calendário normalmente são divulgadas em dezembro do ano anterior

 

O calendário
O Calendário da Pirelli foi criado em 1963. Ficou conhecido quando começou a publicar nus artísticos de personalidades da música, moda e do cinema. Passou por uma pausa na circulação por mais de 10 anos, até voltar, em 1984.

A mudança de conceito aconteceu quando Annie Leibovitz passou a comandar a criação, em 2015. Desde então, o calendário mais famoso do mundo deixou de lado as imagens erotizadas para explorar uma estética mais social e cinematográfica.

Para outras dicas e novidades sobre o mundo da moda, não deixe de visitar o meu Instagram. Até a próxima!

Colaborou Rebeca Ligabue

SOBRE O AUTOR
Ilca Maria Estevão

Bacharel em psicologia pela Universidade Georgetown, em Washington D.C. (EUA). É apaixonada por moda e acompanha toda movimentação no universo fashion.

Últimas notícias