E-commerce da Tommy Hilfiger chega ao Brasil com pegada retrô. Confira

A loja on-line já está em funcionamento e entrega em todo o país

Divulgação/Tommy HilfigerDivulgação/Tommy Hilfiger

atualizado 22/05/2019 21:16

Com mais de 30 anos de história, a Tommy Hilfiger começou como uma marca tipicamente norte-americana. Ficou conhecida pelas peças oversized e autênticas, no melhor estilo das camisas estampadas.

A etiqueta chegou ao Brasil em 1998 e, ao longo dos anos, conquistou o público local, enquanto trilhou o caminho para um mood mais sofisticado. No entanto, a grife não estava disponível em todas as cidades daqui. A boa notícia para os fãs da label é que a loja on-line finalmente foi inaugurada e entrega em todo o país.

Vem comigo!

 

A marca homônima de Tommy Hilfiger foi fundada em 1985. As primeiras criações do estilista já tinham foco no público jovem. Na época, ele inseriu a estética com as cores dos Estados Unidos, pela qual a grife passou a ser lembrada. Além disso, desenvolveu novas estampas, com listras e tons vibrantes.

Neil Munns - PA Images/PA Images via Getty Images
Desde o início, a marca tem o estilo norte-americano no DNA

 

Robert R. McElroy/Getty Images
Tommy Hilfiger criou a própria grife há mais de 30 anos

 

No ano passado, a grife mostrou que estava disposta a assumir uma vibe mais moderna e ousada, com um toque de elegância. O primeiro resultado da mudança foi uma colaboração com a modelo e it girl Zendaya: a alteração marcou uma verdadeira evolução da label. De lá para cá, parece, a Tommy está absorvendo e dando continuidade à nova imagem.

Victor VIRGILE/Gamma-Rapho via Getty Images
O trabalho com Zendaya se mostrou muito mais do que uma simples parceria

 

Victor VIRGILE/Gamma-Rapho via Getty Images
Além de revolucionar o estilo das roupas, o desfile de apresentação da collab teve modelos plus-size na passarela pela primeira vez, em um casting 100% negro

 

Atualmente, no Brasil, as peças da Tommy podem ser encontradas em mais de 600 multimarcas, além de 20 franquias e nove lojas próprias que ficam em São Paulo e no Rio de Janeiro. Apesar de não serem poucas opções, as vendas ficavam muito centralizadas. Com o e-commerce em funcionamento, pessoas de qualquer região do país poderão comprar os produtos da label e recebê-los em casa.

A grife norte-americana também vai adotar o modelo see now, buy now. Isso significa que o comércio digital brasileiro acompanhará os lançamentos mundiais.

Além das linhas comerciais de sportswear e jeans, o site nacional vai oferecer peças de collabs e coleções exclusivas. Os itens desenvolvidos em parceria com Zendaya, por exemplo, já estão à venda.

Divulgação/Tommy Hilfiger
O e-commerce da Tommy Hilfiger era uma pedida antiga do público brasileiro

 

Divulgação/Tommy Hilfiger
O site, que já está funcionando, vai comercializar coleções exclusivas

 

A Tommy Hilfiger está investindo cada vez mais no relacionamento com os clientes. No ano passado, a etiqueta criou a primeira coleção com peças rastreáveis. Os produtos foram desenvolvidos com uma tecnologia que detecta quando a roupa está em movimento e oferece bônus pelo tempo de uso.

Os usuários localizados em lugares que tenham a ver com a label recebem recompensas, descontos, e até uma opção para resgatar pontos, com a possibilidade de fazer doações para instituições de caridade. Será que a coleção Xplore e outras nessa pegada também serão disponibilizadas no Brasil? Vale apostar!

Colaborou Rebeca Ligabue

SOBRE O AUTOR
Ilca Maria Estevão

Bacharel em psicologia pela Universidade Georgetown, em Washington D.C. (EUA). É a colunista de moda do Metrópoles e acompanha a movimentação na indústria fashion nacional e internacional. Além da curadoria de Ilca, o espaço tem a colaboração dos repórteres Rebeca Ligabue, Hebert Madeira, Danillo Costa e Sabrina Pessoa. Após passar por rigoroso processo de pesquisa, apuração e troca de ideias, as matérias são publicadas diariamente às 5h30, às 12h e às 15h. Às terças, quintas e aos domingos, o primeiro texto postado na coluna é uma reportagem especial.

Últimas notícias