*
 
 

Após a morte de Karl Lagerfeld, em fevereiro, os trabalhos do estilista se tornaram verdadeiras relíquias fashion. No dia 18 de abril, cerca de 125 croquis raros do designer serão leiloados pela empresa Urban Culture Auctions, na Flórida (EUA).

Os desenhos são parte do arquivo da grife italiana Tiziani, onde o kaiser trabalhou na década de 1960, no início da carreira. A marca foi uma de suas várias experiências antes de ser diretor criativo da Chanel e da Fendi.

Até então, as artes inéditas pertenciam a uma coleção privada. Elas foram desenhadas e coloridas à mão pelo próprio Lagerfeld – algumas incluem notas a lápis e amostras dos tecidos originais. O leilão também acontecerá pelo site Live Auctioneers.

Vem comigo!

 

A Tiziani foi criada em Roma pelo estilista norte-americano Evan Richards, no ano de 1963. A etiqueta fez sucesso repentino e conquistou personalidades como Elizabeth Taylor, Gina Lollobrigida, Doris Duke e Principessa Borghese. Lagerfeld foi contratado como costureiro ainda no início e trabalhou na empresa até 1969.

Os arquivos pertenciam ao próprio Richards, que os deixou para o parceiro, Raf Ravaioli, quando morreu, em 1994. Um parceiro posterior de Ravaioli, que preferiu não revelar a identidade, herdou os esboços e colocou a maior parte à venda em janeiro de 2014, por meio da Palm Beach Modern Auctions – companhia proprietária da Urban Culture Auctions.

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Look estruturado com amostras do tecido

 

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Muitos dos croquis nunca foram vistos antes

 

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Karl Lagerfeld trabalhou para a grife italiana Tiziani entre 1063 e 1969

 

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Modelo amarelo estampado

 

Com repercussão internacional, o leilão fez sucesso: 100% dos itens foram arrematados. Contudo, após a morte do estilista, o telefone da empresa voltou a tocar com pedidos de colecionadores e museus.

Foi então que Rico Baca, coproprietário, descobriu que o parceiro de Ravaioli ainda guardava seus desenhos favoritos em uma coleção pessoal. As peças, colocadas em leilão, podem ser as últimas do arquivo.

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Visual com vários detalhes

 

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Modelo elegante com aplicações florais

 

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Look acinturado com saia longa

 

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Vestido fluido e floral

 

Felizmente, os itens não estavam em posse de Lagerfeld, que chegou a dizer em uma entrevista que jogava todos fora. “A peça mais importante de mobília de uma casa é a lata de lixo! Eu não guardo meus próprios arquivos, esboços, fotos, roupas… nada!”, disse em 2007 à revista The New Yorker.

O valor dos esboços individuais vai de US$ 500 a US$ 1,5 mil. Já os sete portfólios, que incluem de 22 a 44 croquis, estão estimados entre US$ 2 mil e US$ 4 mil. Além desses, dois modelos desenvolvidos para Elizabeth Taylor poderão ser arrematados por até US$ 3 mil cada.

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Modelo desenhado para a atriz Elizabeth Taylor

 

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Outro croqui desenhado para a estrela de Hollywood

 

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Vestidos com saias mais amplas

 

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Modelitos coloridos

 

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Lagerfeld já apostava nos detalhes diferenciados

 

Reprodução/Palm Beach Modern Auctions

Versões trabalhadas com estampas

 

Para outras dicas e novidades sobre o mundo da moda, não deixe de visitar o meu Instagram. Até a próxima!

Colaborou Hebert Madeira



 


modaKarl LagerfeldTizianiCroqui