*
 
 

O processo seletivo para preencher cargos no futuro gabinete do deputado distrital eleito pela Rede, Leandro Grass, surpreendeu os recrutadores. Ao todo, 1.075 currículos foram enviados. Estão abertas duas vagas de secretariado e uma de design. Todas com salário de R$ 2.695,36 bruto e benefícios.

A concorrência é de cerca de 350 pessoas por vaga – maior do que a de muito concurso público. Além da análise dos currículos, os postulantes aos cargos passaram por entrevistas pessoais. O resultado do certame será divulgado nesta sexta-feira (7/12).

Como mostrou a Grande Angular, o Partido Novo também adotou o processo seletivo para preencher cargos comissionados. Estão sendo oferecidas, no mínimo, 65 vagas nos gabinetes de 20 parlamentares eleitos, entre vereadores, deputados federais, estaduais e distritais. O recrutamento será feito em pelo menos cinco cidades.

Júlia Lucy, única distrital do partido, busca quatro profissionais: assessor legislativo; design gráfico e digital; analista de marketing; e assessor de comunicação. Em Brasília, há também vagas para a bancada da legenda no Congresso Nacional e nos gabinetes dos oito deputados federais.



 


CLDFprocesso seletivoLeandro Grass