*
 
 

Os ataques aos adversários por meio das redes sociais invadiram a disputa pela presidência da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF). Na sexta-feira (16/11), o candidato Délio Lins e Silva Júnior protocolou uma queixa-crime na 5ª Vara Criminal de Justiça do Distrito Federal contra um de seus adversários, o tributarista Jacques Veloso.

O motivo da ação foi a divulgação de um vídeo com imagens de uma festa realizada na casa do pai de Délio, em 2010, e alegações de que a comemoração teria sido bancada com dinheiro do caixa da OAB-DF. À época, o criminalista ocupava o posto de conselheiro da seccional, na gestão de Francisco Caputo.

O conteúdo foi classificado por Délio como fake news disseminada com o objetivo de prejudicar sua candidatura. “Tanto a informação é inverídica que mesmo após duas gestões e praticamente seis anos seguidos no comando da OAB-DF, o querelado [Jacques Veloso] não tomou qualquer atitude em relação ao alegado desvio de dinheiro”, argumenta o candidato de oposição na peça judicial.

Confira:

Queixa-crime — Eleições OAB-DF by Metropoles on Scribd

São alvos da queixa o candidato à presidência e a candidata a vice, Jacques Veloso e Thaís Riedel, que integram a chapa de situação, que conta com o apoio do atual comandante da OAB-DF, Juliano Costa Couto, e do governador eleito Ibaneis Rocha (MDB). Na ação, Délio pede indenização de R$ 50 mil por calúnia e difamação.

A equipe de comunicação da chapa encabeçada por Jacques disse à Grande Angular que o tributarista está tranquilo e há ampla documentação comprovando a denúncia. Também informou que não se trata de fake news, já que há material validando a informação e um processo no Conselho Federal sobre a aplicação do dinheiro da OAB-DF no exercício em questão.

 

Quatro chapas
Marcada para o dia 29 de novembro, a eleição para a presidência da OAB-DF conta com quatro chapas. Além de Jacques Veloso e Délio Lins e Silva, estão na disputa os advogados Max Telesca e Renata Amaral. O primeiro se apresenta com uma alternativa ao revezamento dos grupos de Jacques e Délio no comando da instituição. Já Renata optou por uma chapa majoritariamente feminina e tem como plataforma uma gestão horizontal e afinada com o respeito às minorias.



 


Juliano Costa Coutofake newsibaneis rochaEleições OAB-DFJacques Veloso