*
 
 

Em busca dos votos de indecisos, o advogado Max Telesca decidiu enfrentar o desafio das urnas pela sucessão da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF), que escolherá novo comando em novembro. Na eleição passada da entidade, o jurista foi candidato a vice-presidente na chapa de Paulo Roque, que hoje é pré-candidato ao Senado pelo Partido Novo.

Presidente do Instituto de Popularização do Direito e autor do livro 2038, a Instituição da Cleptocracia num Futuro Não Muito Distante, Telesca aparece como opção ao que considera “rodízio” de grupos nos últimos mandatos da ordem. Além disso, pretende como meta de trabalho valorizar os profissionais.

“Muitos dos nossos colegas precisam complementar a renda atuando como motoristas em aplicativos de transporte, e isso nos entristece muito. São anos de dedicação em faculdades caras, sem que o retorno apareça como esperado. Isso causa muita frustração ao jovem profissional”, afirmou.

Disputa
Telesca deve disputar o comando da seccional do DF da OAB com pelo menos três outros candidatos: Délio Lins e Silva Júnior; Jacques Veloso, o qual tem o aval do atual mandatário da OAB-DF, Juliano Costa Couto; e ainda Leonardo Loiola Cavalcante, mais conhecido apenas como Loiola, líder do movimento “advogado baixo-clero”.



 


OAB-DFmax telescaEleições OAB-DF