GDF vai interditar Esplanada dos Ministérios para carros neste domingo

É a terceira vez em uma semana que a via localizada no centro de Brasília é fechada. Apoiadores de Bolsonaro planejaram manifestação

atualizado 20/06/2020 19:50

Esplanada dos Ministérios Hugo Barreto/Metrópoles

O Governo do Distrito Federal (GDF) decidiu fechar, de novo, a Esplanada dos Ministérios. A via será interditada para veículos na madrugada deste domingo (21/06).

Com o trânsito bloqueado da Rodoviária do Plano Piloto até a Praça dos Três Poderes, a partir das 23h59 deste sábado (20/06), o fluxo de veículos será desviado ao longo do domingo da via S2 em direção à S3 na altura do Anexo IV da Câmara dos Deputados.

Os carros que vierem pela via S1 serão desviados para as vias S2 e N1, na altura da Biblioteca Nacional.

A Polícia Militar do DF (PMDF), o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) vão atuar no controle do tráfego, de acordo com o GDF.

É a terceira vez, em uma semana, que a via no centro de Brasília é interditada. O governador Ibaneis Rocha (MDB) decretou o fechamento completo da Esplanada no domingo passado (14/06), em resposta ao tom que parte de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) adotaram no sábado (13/06).

Após remoção pela PMDF de acampamento de militantes da Esplanada, parte do grupo passou a ameaçar autoridades, incluindo Ibaneis Rocha, e chegou a soltar fogos de artifício contra o prédio do Supremo Tribunal Federal (STF).

Após ameaças contra o bispo dom Marcony Vinícius Ferreira, o chefe do Executivo local determinou novamente o bloqueio por dois dias, nessa terça-feira (16/06) e quarta-feira (17/06). Integrantes da inteligência do governo detectarem que remanescentes do grupo “300 do Brasil” fizeram ameaças ao religioso da Cúria Metropolitana, que fica na Catedral Nossa Senhora Aparecida, localizada na Esplanada.

Protesto

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) planejam manifestação na Esplanada para este domingo. O perfil no Twitter da líder do acampamento “300 do Brasil”, Sara Winter, disse que a prisão da ativista foi prorrogada para que ela não participasse do ato. Ela foi detida na terça-feira (16/06) e sua prisão foi estendida, nesta sexta (19/06), por mais cinco dias.

“Não estarei, mas peço que vocês estejam por mim. Peço aos patriotas que ergam a sua voz na Esplanada por Justiça. Sejam a minha voz. Domingo vai ser gigante”, afirmou o perfil em postagem dessa sexta.

Confira: 

0

Por determinação de Ibaneis Rocha, agora, só serão realizados protestos na Esplanada dos Ministérios com a autorização prévia da Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF). Grupos pró e contra o presidente da República agendaram atos para a área central de Brasília neste domingo.

Últimas notícias