Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Esplanada será dividida entre grupos pró-Bolsonaro e contra governo federal

A via será bloqueada para o tráfego de veículos a partir das 23h59 deste sábado (20/06). PMDF fará revista

atualizado 20/06/2020 19:46

Esplanada fechada após ameaca a bispo Igo Estrela/Metrópoles

A Esplanada dos Ministérios será dividida, neste domingo (21/06), para abrigar manifestantes a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e contra o governo federal. A via vai ser bloqueada para veículos a partir das 23h59 deste sábado (20/06).

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) disse, em nota, que os grupos favoráveis ao governo federal ficarão do lado direito da Esplanada. Eles se concentrarão no Museu da República e seguirão até o Ministério da Saúde, de onde farão a volta pela mesma rota.

Quem for protestar contra o governo Bolsonaro deverá ficar do lado esquerdo da Esplanada. O ato terá início no Teatro Nacional e seguirá até o Ministério da Justiça.

Haverá revista no local. Segundo a PMDF, os pontos para verificação serão nos viadutos de acesso à S1 e N1, por onde os manifestantes terão acesso à Esplanada dos Ministérios. A corporação disse que acompanhará todo o protesto.

A Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF) disse que as forças de segurança continuarão a fazer a vigilância e a segurança da Esplanada dos Ministérios “24 horas por dia”.

“A atuação será conjunta entre os diversos órgãos envolvidos. O acompanhamento de todas as manifestações será feito de maneira integrada pelas forças de segurança e por outros órgãos de governo”, assinalou.

Saiba mais sobre as manifestações: 

0
Atos convocados

A SSP-DF disse que foram cadastradas três manifestações para este domingo, a partir das 9h. Por determinação do governador Ibaneis Rocha (MDB), agora, só serão realizados protestos na Esplanada dos Ministérios com a autorização prévia da pasta.

Um dos protestos será de apoiadores do presidente do país. O perfil no Twitter da líder do acampamento “300 do Brasil”, Sara Winter, disse que a prisão da ativista foi prorrogada para que ela não participasse do ato deste domingo. Ela foi detida na terça-feira (16/06) e sua prisão foi estendida, nesta sexta (19/06), por mais cinco dias.

“Não estarei, mas peço que vocês estejam por mim. Peço aos patriotas que ergam a sua voz na Esplanada por Justiça. Sejam a minha voz. Domingo vai ser gigante”, afirmou o perfil em postagem dessa sexta.

Manifestantes do grupo Unidos pela Democracia, que se dizem contra o racismo e o fascismo, também marcaram um ato para a Esplanada, a partir das 9h, com concentração no Teatro Nacional.

Na divulgação da manifestação, os organizadores alertam que o uso de máscara facial é obrigatório.

Trânsito

A Via N2 permanecerá aberta, de acordo com a PMDF. A S2 será fechada da Procuradoria-Geral da República (PGR) até o Itamaraty. Já a N1 e a S1 serão bloqueadas até o Palácio do Planalto.

Últimas notícias