Com seis novas mortes nesta terça, Ceilândia conta 118 óbitos por Covid-19

Desde o início da pandemia, foram 6.763 casos confirmados na Região Administrativa. Os dados incluem números do Sol Nascente

Vendedor de picoléHugo Barreto/Metrópoles

atualizado 30/06/2020 21:30

Região Administrativa com o maior número de óbitos no Distrito Federal, Ceilândia registrou, nesta terça-feira (30/06), seis novas mortes em decorrência do novo coronavírus. Com as notificações mais recentes, o número de falecimentos chegou a 118.

Em todo o DF, 539 perderam a vida na luta contra a Covid-19.

Além de liderar na quantidade de mortos, Ceilândia é a região administrativa com mais moradores infectados. Desde o início da pandemia, foram 6.763 casos confirmados de Covid-19, o que equivale a 15,4% de todos os diagnósticos no Distrito Federal.

De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde, 49.218 pessoas testaram positivo para o novo coronavírus na capital do país, sendo que 43.800 moradoras do DF: as demais são de outras unidades da Federação, mas receberam tratamento na capital.

Os dados da pasta somam aos números de Ceilândia os registros do Sol Nascente.

No ranking de regiões administrativas com mais mortes em decorrência da Covid-19, Taguatinga aparece em segundo lugar com 51. Samambaia registra 49 óbitos e ocupa a terceira posição.

0

Últimas notícias