CLDF lançará edital para gestão de plano de saúde de servidores em julho

Com valor previsto de R$ 2.863.864,32, o certame estipula a contratação dos serviços de gestão, incluindo auditoria financeira

atualizado 19/06/2020 22:11

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) vai lançar, no próximo dia 3 de julho, licitação para contratação de empresa especializada para gerir o Fundo de Saúde dos Deputados Distritais e Servidores (Fascal).

Com valor previsto de R$ 2.863.864,32, o certame estipula a contratação dos serviços de gestão, incluindo auditoria financeira, administrativa e de procedimentos nas áreas médica e odontológica.

“O objetivo da licitação é diminuir o custo operacional da Fascal, que hoje é de R$ 4,5 milhões. Faz parte de um conjunto de ações para sanear as contas”, explicou o deputado distrital Rodrigo Delmasso (Republicanos), vice-presidente da CLDF.

A decisão de terceirizar a administração do benefício foi anunciada pelo comando da Casa após polêmica envolvendo a ampliação da cobertura do plano de saúde para ex-parlamentares, ex-servidores da Casa e dependentes de forma vitalícia.

0

Últimas notícias