Após recorde de casos da Covid-19, DF tem 34 óbitos e chega a 1.796 mortes

O total de infectados alcançou 126.124 na tarde desta terça-feira (11/8). Entre a noite de segunda e hoje foram registrados 55 novos casos

atualizado 11/08/2020 13:25

enterro coronavirus 100 mil mortos campo da esperança Jacqueline LIsboa/Especial Metrópoles

Um dia após bater o recorde diário de infectados pelo coronavírus, o Distrito Federal contabilizou, no início da tarde desta terça-feira (11/8), 34 novas mortes provocadas pela Covid-19.

Com essas notificações mais recentes, o total de óbitos na capital federal chega a 1.796. No balanço anterior, divulgado na noite dessa segunda-feira (10/8), o número de mortes era de 1.762.

Entre as vítimas, 1.632 moravam no DF. As demais residiam em outras unidades da Federação, mas faleceram em território brasiliense.

Os óbitos notificados na tarde desta terça-feira (11/8) são de moradores de Ceilândia, Taguatinga, Samambaia, Plano Piloto, Gama, Planaltina, Santa Maria, Guará, Sobradinho, Paranoá, Riacho Fundo e Pôr do Sol.

0

Casos confirmados

Desde março, a capital registrou 126.124 infectados. Na tarde desta terça-feira, 55 novos casos confirmados entraram para a estatística oficial.

Do total de pessoas contaminadas no DF, 106.409 se recuperaram. Isso significa que 84,4% superaram a doença.

A capital federal bateu, nessa segunda-feira (10/8), um novo recorde diário de novos casos confirmados de Covid-19. De acordo com a Secretária de Saúde, 3.012 pacientes receberam diagnóstico positivo para a infecção pelo novo coronavírus – o maior número desde o início da pandemia. Com os novos registros, o total de infectados chegou a 126.069.

Os dados são do Painel Covid-19, do Governo do Distrito Federal (GDF). As informações foram atualizadas às 12h14 desta terça-feira (11/8).

Últimas notícias