Com coronavírus, secretário de Segurança do DF fica em teletrabalho

O Distrito Federal bateu, nessa segunda-feira (10/8), um novo recorde diário de novos casos confirmados de Covid-19

atualizado 11/08/2020 10:55

secretário de segurança do DF, Anderson Torres, de máscara facialAndré Feitosa/SSP-DF

O secretário de Segurança Púbica do Distrito Federal, delegado Anderson Torres, testou positivo para o novo coronavírus. A informação foi confirmada pela pasta ao Metrópoles na manhã desta terça-feira (11/8).

Segundo a secretaria, Torres está afastado desde os primeiros sintomas, cumprindo quarentena e despachando em regime de teletrabalho. O dia em que o secretário foi diagnosticado, no entanto, não foi informado pela pasta.

Outros integrantes do primeiro escalão do GDF também tiveram a Covid-19, mas já se recuperaram. O vice-governador Paco Britto (Avante) foi internado duas vezes por causa das complicações provocadas pelo vírus.



Secretário de Governo, José Humberto Pires, o Zé Humberto, recebeu diagnóstico positivo em 16 de junho
 e precisou ser internado à época.

O comandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), coronel Julian Rocha Pontes, confirmou estar com a Covid-19 em 9 de junho.

No final de maio, o presidente do Instituto de Previdência dos Servidores do Distrito Federal (Iprev), Ney Ferraz Júnior, foi diagnosticado com o novo coronavírus. O secretário de Economia, André Clemente, também contraiu a doença, mas já foi curado.

Recorde
O Distrito Federal bateu, nessa segunda-feira (10/8), um novo recorde diário de novos casos confirmados de Covid-19. De acordo com a Secretária de Saúde, 3.012 pacientes receberam diagnóstico positivo para a infecção pelo novo coronavírus – o maior número desde o início da pandemia. Com os novos registros, o total de infectados chega a 126.069.

No mesmo período, foram notificadas 31 mortes em decorrência da Covid-19. Com as novas confirmações, a quantidade de óbitos alcança 1.762 – sendo 1.591 moradores do DF e 154 pacientes de outras unidades da Federação que estavam em tratamento na rede de saúde brasiliense.

De acordo com a Secretaria de Saúde, os falecimentos mais recentes foram de moradores de Águas Claras, Arniqueira, Brazlândia, Ceilândia, Guará, Jardim Botânico, Planaltina, Plano Piloto, Recanto das Emas, Samambaia, São Sebastião, Sobradinho, Sobradinho II, Taguatinga e Vicente Pires.

Também foram registradas as mortes de dois pacientes que residiam em cidades goianas do Entorno: Luziânia e Valparaíso de Goiás.

Entre as vítimas, há um adolescente (confira mais informações na galeria abaixo). De acordo com o Painel Covid-19, desde o início da pandemia, já foram registrados os óbitos de cinco pacientes com idades inferiores a 19 anos.

Confira:

0

 

Últimas notícias