Dermatologista Cristina Salaro ensina como ter lábios hidratados e bonitos

A profissional também indicou produtos ideais para hidratar a região, além de dicas que envolvem o uso de máscaras de proteção

lábiosPexels e Instagram

atualizado 23/06/2020 20:21

Em tempos de quarentena, a atenção voltada aos cuidados com o corpo segue firme. Enquanto clínicas de estética e salões de beleza permanecem fechados, a busca por alternativas na internet cresce cada dia mais.

Dicas de como melhorar o cabelo, rotina de pele perfeita, hidratação corporal, depilação caseira, entre muitos outros procedimentos, entraram para o dia a dia de pessoas que se preocupam com a estética e o bem-estar. Entretanto, vale ressaltar que os lábios também integram o skincare. Eles não podem ficar de fora desses cuidados.

Segundo a dermatologista Cristina Salaro, há um conjunto de causas que levam ao ressecamento das mucosas labiais, como a pouca ingestão de água; o hábito de morder ou lamber a região, posto que a saliva é uma secreção muito ácida; o clima, como o de Brasília, que é extremamente seco; a exposição solar e até a própria respiração pela boca.

mulher-bebendo-agua
A pouca ingestão de água acarreta no ressecamento dos lábios

Ela acrescenta, também, que pastas de dente são sensibilizantes para alguns indivíduos, principalmente as que contêm Lauril sulfato de sódio, substância capaz de provocar reações alérgicas na pele e nos olhos. “É importante trocar o produto por outro orgânico ou vegano, por exemplo”, conta.

Ausência de vitaminas, como as do complexo B, ou o excesso de vitamina A, são outras fontes de rachaduras na superfície dos lábios, como também o uso de batons de efeito matte.

batom liquido matte
O uso de batons matte também resseca os labios

A falta de cuidados com essa importante parte do corpo pode resultar em queilites, que são fissuras nos cantos da boca difíceis de se tratar.

Como proceder?

Para Cristina, a primeira atitude a ser tomada é beber mais água: “Devemos ingerir, pelo menos, oito copos por dia. A hidratação interna vai refletir nas mucosas, principalmente na mucosa labial”, orienta.

Em seguida, deve-se atentar para a aplicação de hidratantes apropriados para a região, como a vaselina, o azeite de oliva, o óleo de coco ou de amêndoas e a cera de abelha. “A dica é passar nos lábios antes de dormir. No dia seguinte, ao acordar, a área estará bem hidratada”, diz.

Outros produtos disponíveis no mercado que a especialista indica são o Nivea Original Care, Nivea Shine e Cicaplast Lábios.

protetores-labiais
Protetores labiais indicados por Cristina Salaro
De olho no sol

A exposição ao sol também exige proteção completa. Há marcas que oferecem hidratantes labiais com fator de proteção, como o Epidrat Lábios FPS 30 e o Protetor Labial Diário Derma FPS 30, ambos recomendados por Cristina.

hidratantes-labiais-com-fps
Hidratantes labiais com fator de proteção
Preenchimento labial como aliado

Em casos de desidratação severa, a dermatologista recomenda o preenchimento labial. “Ao contrário do que as pessoas pensam, essa não é apenas uma questão estética e, sim, uma questão de saúde. A mucosa está tão desvitalizada que o procedimento auxilia na volta do turgor, com a hidratação correta do local”, explica.

boca sorrindo

Lábios perfeitos versus máscaras de proteção

Após constante uso e contato com a pele, a máscara de proteção pode acabar irritando certas partes do rosto, inclusive a boca.

De acordo com Cristina Salaro, o próprio hidratante labial cria uma película protetora responsável pela conservação. “Oriento aplicar uma fina camada e ajustar a máscara corretamente para não ficar com muito contato com os lábios”, cita. Ela ainda completa que máscaras de algodão são mais “gentis” com a pele, sendo o tecido mais recomendado para evitar lesões na região.

mulher-usando-mascara-de-proteção

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias