Moro vê “mistério” na função do juiz de garantia: “Tenho dúvidas”

Trecho do pacote anticrime recém-sancionado está gerando novo desgaste de Bolsonaro com o ministro e seus apoiadores

Moro e Jair BolsonaroAndre Borges/Esp. Metrópoles

atualizado 27/12/2019 18:13

Em nova investida, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, demonstrou nesta sexta-feira (27/12/2019) insatisfação com a figura do juiz de garantias, aprovado pelo Congresso e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em meio a 25 vetos do pacote anticrime.

Moro foi às redes sociais para evidenciar a crítica. O ministro disse considerar um “mistério” o que seria um “rodízio” de juízes previsto na legislação recém-sancionada.

“Tenho dúvidas se alguém sabe a resposta”, ponderou o ministro da Justiça, ao detalhar a proposta. Veja:

Esta não foi a primeira vez que Moro criticou, publicamente, a figura do juiz de garantias.

Bolsonaro sancionou o projeto na última terça-feira (24/12/2019). Ao não vetar o trecho que estabelece o juiz de garantias, o presidente se desgastou com a base eleitoral e o próprio ministro da Justiça.

Últimas notícias