Em jantar de posse, novo PGR estreita laços com servidores do MPF

Fora da lista tríplice elaborada por procuradores, Augusto Aras foi o segundo procurador mais votado na relação elaborada pela categoria

Isabel Alves/ASMPFIsabel Alves/ASMPF

atualizado 03/10/2019 13:37

O novo procurador-geral da República, Augusto Aras, participou na noite dessa quarta-feira (02/10/2019) do jantar de posse oferecido pela Associação dos Servidores do Ministério Público Federal (ASMPF).

No evento, o novo PGR deu indícios de que deseja se aproximar dos servidores. Aras foi o segundo procurador mais votado na lista elaborada pela categoria.

Aras conversou com a presidente da ASMPF, Suely Masala, em diversos momentos e se colocou à disposição dos servidores (foto em destaque). Ressaltou ainda a confiança que tem no trabalho desenvolvido pela categoria.

Cerca de 500 pessoas participaram do jantar, para o qual o Metrópoles foi convidado. O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, esteve no evento. O ministro comentou o direito dos réus delatados de se manifestarem depois dos delatores nas alegações finais do processo.

O advogado-geral da União, André Mendonça, passou pela confraternização, realizada no Clube Naval, em Brasília, mas não deu declarações. Também marcaram presença o ex-presidente do STF Carlos Ayres Britto e a senadora Soraia Thronicke (PSL-MS), que, além de política, é advogada.

O subprocurador aposentado da Paraíba Eitel Santiago de Brito Pereira, secretário-geral do Ministério Público da União (MPU), nomeado por Aras, participou da comemoração.

Lista
Aras não apareceu na lista tríplice elaborada pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR).

Suely Masala coordenou a campanha TOP 5 para elaborar a lista. Os servidores do MPF de todo país votaram em uma plataforma elaborada para a escolha. As listas dos servidores e da ANPR são diferentes.

“É uma forma de deixar o processo mais democrático”, comentou a representante dos servidores durante o jantar. A lista da ASMPF contou com a participação de oito mil servidores. Já a da ANPR tem a colaboração de quase dois mil procuradores.

Últimas notícias