Trump insinua que Baldwin pode ter atirado de propósito em diretora

Ex-presidente dos Estados Unidos também reclamou de imitações que o ator faz dele em programa de TV e chamou Baldwin de "cara doente"

atualizado 06/11/2021 13:26

Alec Baldwin apaga foto em que aparece sangrando no set de RustReprodução/ Instagram

São Paulo – O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump insinuou que o ator Alec Baldwin pode ter atirado propositalmente na diretora Halyana Hutchins, que foi morta no set do filme Rust, no Novo México.

Halyana morreu depois de Baldwin ter disparado uma pistola cenográfica. O ator sempre alegou desconhecer que a arma do filme estivesse carregada com balas de verdade. A versão de Baldwin foi corroborada por depoimentos de colegas de filmagem que vieram a público.

0

Quando Baldwin disparou a arma, também atingiu o diretor Joel Souza, que sobreviveu. Trump fez suposições sobre as intenções do ator em entrevista ao programa de rádio de Christ Stigall na última quinta-feira (4/11).

“Na minha opinião, ele teve algo a ver com isso. Como você pega uma arma, esteja ela carregada ou não, aponta para alguém que nem mesmo está no filme e puxa o gatilho, e agora ela está morta”, afirmou Trump ao programa de rádio.

“Mesmo que estivesse carregada, e isso é uma coisa estranha, talvez ele tenha carregado”, acrescentou o ex-presidente.

“Cara doente”, diz Trump

O ex-presidente dos Estados Unidos não parou com as acusações e ainda chamou Baldwin de um “cara doente”.

“Quem colocaria uma arma, ‘aqui, Alec, aqui está a sua arma’, levantaria, apontaria para uma pessoa e puxaria o gatilho, e, ‘oh, cara, uma bala saiu’, ela está morta. Portanto, há algo errado com ele. Ele é um cara doente”, disse o político.

Donald Trump não escondeu que não gostava das imitações que Baldwin fez dele no show de humor Saturday Night Live.

“Ele era péssimo em me imitar e, a propósito, se achasse que era bom e não gostasse de sua política ou dele, eu diria que era bom, mas era terrível”, reclamou.

Mais lidas
Últimas notícias