Alec Baldwin desabafa sobre condições de trabalho em Rust

Ator compartilhou as falas de Terese Magpale Davis, produtora e figurinista do filme

atualizado 03/11/2021 15:29

Reprodução/Instagram

O ator Alec Baldwin, que disparou acidentalmente uma arma de fogo que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins nos bastidores do filme Rust, se pronunciou, novamente, sobre o incidente.

Desta vez, ele utilizou o seu Instagram para compartilhar um texto escrito por Terese Magpale Davis, produtora e figurinista do filme, em que negava qualquer rumor sobre as condições de trabalho.

0

“Estou farta dessa narrativa. Trabalhei nesse filme. A história sobre nós estarmos sendo sobrecarregados e cercados por condições inseguras e caóticas é besteira. Nunca trabalhamos mais do que 12,5 horas por dia de filmagem. Isso foi uma vez. Na maioria dos dias tínhamos menos de 12 horas. No dia em que Halyna morreu, nós tínhamos saído de um dia de filmagem de 11 horas. Ninguém estava muito cansado para fazer seus trabalhos. Tudo isso pode ser comprovado por planilhas de ponto diárias”, escreveu Terese.

Ela ainda falou sobre Hannah Gutierrez-Reed, responsável pelas armas do filme. “A armeira foi aprendiz de um outro armeiro conhecido e tinha estado na mesma posição, no mesmo tipo de filme, alguns meses antes. Ele era a pessoa mais experiente? Não. Ela tinha qualificações típicas de um Nível Um? Sim. Você pode dizer o que quiser sobre até mesmo níveis mais baixos que precisam de pessoas qualificadas, e concordarei. Mas como você acha que alguém vai ter essa experiência? Nós todos tivemos um primeiro e um segundo emprego em um ponto ou outro. Você acha que produtores classificam o valor das pessoas dando aquela chance para que apenas fique bem em seu currículo e tenha ótimas referências? Porque Hannah [a armeira] tinha ambas. As falhas na ignição foram descargas acidentais, que são mais comuns do que você pensa. Sim, existe uma diferença. E as armas foram verificadas imediatamente depois e as checagens foram anunciadas em definido. Tivemos várias reuniões de segurança. Às vezes, várias por dia”

Terese ainda falou sobre o motivo pelo qual os produtores não continuaram as acusações de que as condições de trabalho não eram as melhores. “Perguntei aos meus produtores por que eles não se defenderam mais contra as acusações flagrantemente falsas à mídia. A resposta deles foi que querem ter o foco em Halyna. Eles querem que tenhamos tempo para lamentar e nos recuperar. Eles disseram que haverá tempo para defenderem suas reputações mais tarde, e que o importante é ter certeza de que a equipe está bem. Estes não são produtores de estúdio que nos veem como cifrões ambulantes. Eles se importaram conosco enquanto todos trabalhamos juntos e continuam a se importar. Eles continuam ligando para saber como a equipe está”, completou ela.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos 

Mais lidas
Últimas notícias