Melhor amiga de Tupac revela poema inédito que recebeu do rapper

Jada Pinkett Smith, a esposa de Will Smith, teve uma relação muito próxima com Tupac, que hoje completaria 50 anos

atualizado 16/06/2021 19:18

Reprodução/PacsLife BR-Facebook

Se não fossem os quatro tiros que tiraram a vida de Tupac Shakur em um dos assassinatos mais misteriosos do mundo da música, o rapper estaria completando 50 anos nesta quarta-feira (16/6).

Para comemorar a data, Jada Pinkett Smith, com quem 2Pac mantinha um forte relacionamento desde a adolescência, usou o Instagram para homenagear o falecido rapper.

A atriz, e esposa de Will Smith, compartilhou um vídeo mostrando um poema inédito que recebeu do astro do hip hop, escrito à mão pelo próprio Tupac.

“Alguns dizem que nada que é dourado pode durar para sempre e eu acredito nisso, não preciso de provas. Eu testemunhei tudo o que era puro em mim ser mudado por homens maus. A inocência das crianças uma vez viveu dentro da minha alma. Mas sobreviver anos com colegas criminosos transformou meu coração quente em frio”, diz o primeiro trecho do poema.

A atriz cita no vídeo que os versos, intitulado Lost Soulz, pode ter sido o ponto de partida para a criação da música que leva o mesmo nome.

“Eu costumava sonhar e fantasiar, agora tenho medo de dormir. Petrificado, não para viver ou morrer, mas para despertar e ainda ser eu. É verdade que nada de dourado pode durar. Todos um dia veremos a morte. Quando os corações mais puros se despedaçarem, almas perdidas são tudo o que resta. De joelhos, peço a Deus que me salve desse destino. Deixe-me viver para ver o que tem de dourado em mim antes que seja tarde demais”, termina o poema, assinado como “Seu, Tupac”.

Últimas notícias