Lúcia Veríssimo denuncia perseguição após foto do beijo com Cássia Kis

Lúcia Veríssimo publicou um longo desabafo no Instagram e publicou uma série de imagens que mostram críticas por ter publicado a imagem

atualizado 31/10/2022 12:41

Lúcia Veríssimo Reprodução

Após publicar uma foto beijando Cássia Kis, Lúcia Veríssimo denunciou que está sendo perseguida nas redes sociais. Ao postar uma série de imagens no Instagram, a veterana fez um longo desabafo nos comentários.

“Peço que olhem todas as Fotos. Passem para o lado e verão. Eles e a prepotência com que eles tratam como: pecado. Estou sendo atacada por uma horda de ignorantes no Twitter que defende o indefensável usando a expressão erro do passado. pecado e erro é a doença da cabeça de vocês que fizeram e fazem tão mal à humanidade. Amar nunca foi pecado ou erro do passado”, pontuou a atriz.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

Lúcia aproveitou para mandar um recado para as pessoas que estão criticando a foto nas redes sociais.”Vocês estão cometendo um crime. E esse crime se chama homofobia, que é passível de processo. Muito cuidado com o que dizem, seus lobotomizados. Não se pede perdão a Deus por amar. E o que vocês fazem não tem perdão. Vocês incitam o ódio, a intolerância, o desrespeito e o pior, não amam seu semelhante, porque falta de respeito é falta de amor”, explicitou.

A veterana completou o desabafo criticando os haters. “E essa sim é uma regra divina. É um dos mandamentos, inclusive. Sejamos claros. Vocês não tem nenhuma procuração de Deus para criarem regras a partir de seus preconceitos e desejos enrustidos, leis que ele jamais criou. O que Deus criou foi a vida, a verdade e o amor! Seguirei lutando contra a hipocrisia”, completou.

Falas de Cássia Kis

Cássia Kis, de 64 anos, fez declarações polêmicas ao participar de uma live com a jornalista Leda Nagle. A atriz afirmou ser católica, disse que estão “destruindo a família” e criticou relações homoafetivas, além de dizer que a pandemia foi “maravilhosa” para ela.

Ela chegou a dizer que as “famílias tradicionais” estão ameaçadas pela “ideologia de gênero” e que algumas escolas possuem um “beijódromo” para as crianças se relacionarem. Porém, não apresentou nenhuma prova de que o local de fato exista.

“O que está por trás disso? Destruir a família. Destruir a vida humana? Porque onde eu saiba homem com homem não dá filho, mulher com mulher também não dá filho. Como a gente vai fazer?”, disse a atriz.

Após as declarações, a Globo repudiou os ataques da atriz, que está no elenco da novela Travessia, folhetim das 21h de Glória Perez. Além disso, Márcia Mercury, filha de Daniela Mercury e Malu Verçosa, denunciou a veterana ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) por LGBTfobia.

Mais lidas
Últimas notícias