Justiça Federal determina bloqueio bilionário de bens de Eike Batista

Processo contra o empresário se refere à recuperação judicial da MMX Mineração e Metálicos, empresa que faliu em maio de 2021

atualizado 24/06/2022 19:42

Eike BatistaMichael Melo/Metrópoles

A Justiça Federal determinou o bloqueio de bens do empresário Eike Batista até o limite de R$ 3.622.491.046,40. A decisão da juíza Bianca Stamato Fernandes, da 5ª Vara Federal de Execução Fiscal do Rio de Janeiro, atende a pedido da Fazenda Nacional no processo de falência da MMX Mineração e Metálicos, empresa que atua na mineração de minério de ferro. A falência foi decretada em maio de 2021.

O valor definido corresponde à dívida da empresa, atualizada no início de junho. A defesa tem o prazo de 30 dias para recorrer. A decisão traz a data do dia 20, mas foi divulgada na última quinta-feira (23/6).

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Em 2021, o empresário Eike Batista foi condenado a 11 anos de prisão por crimes contra o mercado financeiro. Ele já foi preso duas vezes em operações da Lava Jato por manipulação de bolsas de valores no Brasil, Canadá, Estados Unidos e Irlanda, além de uso de informação privilegiada para fraudar o mercado de capitais.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos

Mais lidas
Últimas notícias