Gwyneth Paltrow é processada após vela com cheiro de vagina explodir

Colby Watson processa a Goop por violação da garantia e responsabilidade pelos produtos, e pede indenização por danos superiores a US$ 5 mi

atualizado 19/10/2021 10:50

Gwyneth Paltrow em evento Axelle/Bauer-Griffin/FilmMagic/via Getty Images

Um homem chamado Colby Watson está processando a empresa Goop, da atriz Gwyneth Paltrow, alegando que a famosa vela com essência de vagina da atriz explodiu em sua mesa de cabeceira e pegou fogo.

Morador do Texas, Colby afirmou que comprou uma vela no site da Goop e a acendeu pela primeira vez em fevereiro. Ele conta que colocou o produto em uma superfície nivelada, mas afirma que após três horas, a vela começou a produzir grandes chamas e logo “explodiu”, deixando a sala cheia de fumaça.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
0

Segundo o TMZ, Colby disse que a vela ficou acesa por pouco tempo antes de ser envolvida pelo fogo, e que o incidente deixou um anel de queimadura em seus móveis. Ele ainda pontuou que chegou a ler os avisos sobre o produto não ser queimado por mais de duas horas, mas os considerou “insuficientes”.

Documentos judiciais afirmam que ele está processando a empresa por violação da garantia e responsabilidade pelos produtos e está pedindo indenização por danos superiores a US$ 5 milhões, o equivalente a R$ 27,6 milhões.

“Estamos confiantes de que essa alegação é frívola e uma tentativa de garantir um pagamento excessivo de um produto. Nós garantimos as marcas que carregamos e a segurança dos produtos que vendemos. Aqui, a Heretic – a marca que fornece a vela – comprovou o desempenho e a segurança do produto por meio de testes padrão da indústria”, explicou um representante da Goop ao TMZ.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos 

Mais lidas
Últimas notícias