Filhos de Cid Moreira abrem segunda ação contra a madrasta

Roger e Rodrigo Moreira pedem que Fátima Sampaio seja investigada por dilapidação de patrimônio do jornalista

atualizado 28/07/2022 15:02

Filhos do jornalista Cid Moreira, Roger e Rodrigo Moreira abriram uma nova ação no Ministério Público Federal (MPF) contra Fátima Sampaio, atual esposa do ex-âncora do Jornal Nacional. Eles pedem que a madrasta seja investigada por dilapidação de patrimônio.

De acordo com o Splash, do UOL, a nova ação diz que Fátima se apoderou dos bens do jornalista de forma “ilegal e abusiva”, listando imóveis que supostamente pertencem a Cid Moreira antes do início do relacionamento.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
Publicidade do parceiro Metrópoles 6
0

Roger Moreira afirmou que esta ação “tem o mesmo intuito” da primeira aberta por eles contra a madrasta, em julho de 2021. Na época, os filhos do jornalista pediram a interdição do pai alegando senilidade — envelhecimento acompanhado do desenvolvimento de doenças crônicas.

“As ações têm o mesmo intuito: fazer com que ela [Fátima] devolva tudo o que tirou dele”, diz Roger.

O advogado de Roger e Rodrigo, Angelo Carbone, afirma que a movimentação financeira de Fátima precisa ser verificada, já que Cid não passou pela avaliação psicológica solicitada na primeira ação.

“Ela transferiu para a própria conta e de parentes mais de R$ 40 milhões, e está sempre tentando vender imóveis. O dinheiro é mandado ao exterior para uma irmã de Fátima, que mora em Miami, nos Estados Unidos. Nossa esperança é que a polícia verifique como isso é feito. Ele aceita tudo o que ela quer”, diz ele à reportagem.

Os filhos de Cid Moreira afirmam que Fátima simula prestações de serviço para tomar posse de bens de Cid Moreira. Ela também tem acesso aos pagamentos, de acordo com o documento, aos pagamentos feitos a Cid Moreira pela Globo, que tem contrato vigente com o jornalista.

Mais lidas
Últimas notícias