Ex-marido de Pituxita desabafa após vídeo: “Preocupado com meu filho”

Em imagens divulgadas pelo jornalista Leo Dias, a ex-paquita é vista se automutilando momentos antes de acusar Barbosa de agressão

Reprodução/UOLReprodução/UOL

atualizado 14/05/2019 13:39

O ex-marido de Ana Paula Pituxita, José Roberto Barbosa, se pronunciou pela primeira vez após o jornalista Leo Dias divulgar um vídeo da ex-paquita segunda-feira (13/05/2019). Ao comunicador, Barbosa — que foi impedido de se aproximar de Ana Paula após ela conseguir uma medida protetiva na Justiça — se mostrou preocupado com o filho.

“Eu vim aqui para me pronunciar sobre esse vídeo que vocês conseguiram. Tem muito mais coisas que vão aparecer ainda. Agradeço muito a atenção de todos vocês, mas eu não posso me pronunciar mais sobre isso. O meu advogado está aguardando o juiz tomar a decisão final, sobre arquivamento ou sobre o que ele achar melhor fazer. A minha maior preocupação é com meu filho, tenho muita preocupação com ele”, desabafou ao portal UOL.

Após Ana Paula denunciá-lo, Barbosa não pode mais citar seu nome, conforme Dias. Nas imagens de câmeras de segurança, porém, é possível ver a artista sentada em um canto logo depois de sair de casa. A informação é de que eles haviam discutido. Ao encontrar algo no chão, passa a se cortar e chega a expressar dor com os machucados.

A respeito do vídeo, que faz parte do processo a favor de Barbosa, Ana Paula confirmou a automutilação. “Estava me limpando, sentindo dor no pescoço. Não sabia onde tinha me machucado. Estava me segurando e comecei a me machucar mesmo, estava com raiva do que ele [Barbosa] estava fazendo. Ele iria continuar tentando tirar meu filho. Aí eu errei, estava com muito ódio. Não vou falar que estava certa. Eu ampliei e acabei fazendo isso”, disse.

A versão acerca de ter sido jogada no chão, porém, persiste: “Ele começou me agredindo, me jogou longe, rasgou minha boca, me jogou em cima de uma pilha de tijolos e rasgou minha mão. Aí ele saiu com o carro debochando. Não tenho medo nenhum de julgamento da imprensa, por isso eu ampliei o que houve”.

Últimas notícias