Após denunciar agressão, ex-paquita Pituxita é vista se automutilando

Ana Paula havia acusado o ex-marido José Roberto Barbosa de agressão em abril. Na Justiça, conseguiu medida protetiva e o expulsou de casa

Reprodução/Arquivo PessoalReprodução/Arquivo Pessoal

atualizado 13/05/2019 16:22

Um vídeo divulgado pelo jornalista Leo Dias, do Fofocalizando, nesta segunda-feira (13/05/2019) mostra a ex-paquita Ana Paula Pituxita se automutilando. As imagens fazem parte do processo de defesa de José Roberto Barbosa, ex-marido da artista que foi acusado de agredi-la em abril deste ano.

Na época da denúncia, Pituxita foi às redes sociais exibir hematomas e machucados, supostos resultados de uma briga com Barbosa. Ela conseguiu uma medida protetiva contra o empresário na Justiça, o que possibilitou expulsá-lo da casa onde viviam.

Agora, porém, com o vídeo de segurança do condomínio onde moravam, o caso ganha novos contornos. Nas imagens, é possível ver Ana Paula sentada em um canto logo após sair de casa. A informação é de que eles haviam discutido. Ao encontrar algo no chão, passa a se cortar e chega a expressar dor com os machucados.

Conforme Dias, as lesões são no antebraço esquerdo, outra no mesmo braço e uma na mão direita. Depois do episódio, Ana Paula foi à delegacia prestar queixa contra Barbosa, que se defendeu. “Sou um sujeito homem, trabalhador. E essa pessoa é totalmente descontrolada, destemperada. Vou entrar com um processo de calúnia e difamação contra ela. Agora ela se cortar, se mutilar, eu não vi… Saí correndo para evitar qualquer tipo de problema. Da última vez ela falou que eu a ameaçava de morte. Voltei para ela porque amo o meu filho e tenho pena de ele viver com uma pessoa como ela. A Justiça que vai ter que decidir. Aguardo ansiosamente a polícia apurar os fatos”, disse.

Procurada pelo jornalista do SBT, Ana Paula confirmou a veracidade das imagens, mas afirma ter sido agredida. “Estava me limpando, sentindo dor no pescoço. Não sabia onde tinha me machucado. Estava me segurando e comecei a me machucar mesmo, estava com raiva do que ele [Barbosa] estava fazendo. Ele iria continuar tentando tirar meu filho. Aí eu errei, estava com muito ódio. Não vou falar que estava certa. Eu ampliei e acabei fazendo isso”, declarou a Dias.

A versão acerca de ter sido jogada no chão, porém, persiste: “Ele começou me agredindo, me jogou longe, rasgou minha boca, me jogou em cima de uma pilha de tijolos e rasgou minha mão. Aí ele saiu com o carro debochando. Não tenho medo nenhum de julgamento da imprensa, por isso eu ampliei o que houve”.

Últimas notícias