Britto Jr. causa revolta ao comentar separação de Luana Piovani

"Ela está precisando de um homem de verdade em sua vida", disse o apresentador sobre a atriz

Record/ Divulgação e Bruno Pimentel/ MetrópolesRecord/ Divulgação e Bruno Pimentel/ Metrópoles

atualizado 24/07/2019 9:22

O apresentador Britto Jr. mostrou que não entende muito nem de homofobia nem de machismo ao comentar o status de relacionamento de Luana Piovani. Solteira desde o fim de seu casamento com Pedro Scooby, a atriz tem visto todo o seu processo de superação ser acompanhado pela mídia e pelos fãs.

No Twitter, o apresentador falou sobre uma matéria que analisava as fases da separação de Piovani. “A bela Luana Piovani que me perdoe, mas ela está precisando de um homem de verdade em sua vida. Eu sei que está cada vez mais difícil, com tantos caras virando maricas. É direito deles, mas mulheres maravilhosas acabam ficando sem parceiros, por falta de heteros no mercado”, escreveu.

A repercussão foi imediata e isso fez com que Britto tentasse se defender. “Preconceito mudou de lado. Nós, heteros, viramos minoria. Não tenho nada contra quem pensa o oposto, nada. Cada qual que faça o que quiser com seu corpo, sua vida. A questão é que o preconceito agora parte da nova maioria, ao não admitir o pensamento da nova minoria”, disse ele na mesma rede.

Em resposta a outro usuário, que ironizava a reclamação de Britto sobre as dificuldades de ser heterossexual atualmente, ele mandou: “Nenhum homem pode ser condenado por gostar de mulher”. Aparentemente irritado com o impacto de suas palavras, o ex-Record tentou justificar seus comentários colocando-se no papel de vítima. “LGBTs não aceitam homens que gostam de mulher. É tão normal quanto às preferências de vocês. Nada contra. Mas continuo gostando de mulher”, falou ele em outro tweet.

Últimas notícias