Vítima do incêndio no CT do Flamengo será homenageada em clássico

O jogador Willian Arão anunciou que vai usar camisa com o nome do jovem Jorge Eduardo dos Santos Pereira Dias, que o tinha como ídolo

REPRODUÇÃOREPRODUÇÃO

atualizado 12/02/2019 15:54

O jovem Jorge Eduardo dos Santos Pereira Dias, uma das vítimas do incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo, será homenageado pelo atleta do clube Willian Arão na próxima partida do time. No clássico contra o Fluminense na quinta-feira (14/2), o jogador vai usar a camisa com o nome de Jorge.

“Nação, hoje fiquei sabendo do pedido que a mãe do Jorge Eduardo fez ao nosso presidente, Rodolfo Landim, para que eu jogasse a semifinal com o nome dele em minha camisa. E vai ser com imenso prazer que vou prestar essa homenagem”, anunciou no perfil dele no Twitter.

Jorge Eduardo nasceu em Além Paraíba (MG) e vestia a camisa 5. Ele atuava como volante, mesma posição de Arão, e começou a jogar futebol aos 7 anos de idade, no Democrata de Além Paraíba. Em 2016, quando tinha 12 anos, chegou às categorias de base do Flamengo. Jorge Eduardo era um dos líderes e capitão da equipe campeã carioca Sub-15, em 2018.

Tragédia
Um incêndio destruiu um alojamento do CT do time, também conhecido como Ninho do Urubu, na última sexta-feira (8/2). As chamas teriam começado por volta das 5h, enquanto meninos entre 14 e 17 anos dormiam. Informações iniciais informavam que o fogo poderia ter começado no ar-condicionado.

Dez garotos morreram e outros três foram levados ao hospital, um deles estava em estado grave. O lugar onde estava o alojamento não tinha passado por vistoria dos bombeiros e tinha autorização para funcionar como um estacionamento.

Últimas notícias