Vídeo: madrasta oferece cerveja para enteada de 6 anos

Imagens gravadas pela própria mulher e divulgadas em rede social provocaram indignação de populares e da família da criança

ReproduçãoReprodução

atualizado 13/08/2019 11:43

Uma madrasta suspeita de dar bebida alcoólica à enteada de seis anos, em Bom Jesus de Goiás, será ouvida nesta terça-feira (13/08/2019) pela Polícia Civil do estado. Um vídeo que teria sido gravado no sábado (10/08/2019) pela própria mulher e divulgado em rede social provocou indignação de populares e da família da criança. Nas imagens, ela oferece o líquido e incentiva a menina a ingerir o que parece ser cerveja. As informações são do site Mais Goiás.

Delegado responsável pelo caso, Vinicius Penna aguarda a mulher para questionamentos. Na tarde de segunda-feira (12/08/2019), algumas pessoas compareceram à delegacia com a presença da mãe da criança em busca de informações do ocorrido.

A menina mora com o pai e a madrasta. Devido ao trabalho em fazendas da região, ele não estava em casa quando o vídeo foi gravado. De acordo com o delegado Penna, a criança está sob os cuidados da avó desde que as denúncias foram feitas.

Além do depoimento da suspeita, um relatório do conselho tutelar será usado na investigação. A mulher pode ser acusada por fornecer bebida alcoólica a menor, crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Assista ao vídeo:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Madrasta é suspeita de oferecer cerveja para enteada de 6 anos em Bom Jesus de Goiás . Uma madrasta suspeita de dar bebida alcoólica à enteada de seis anos em Bom Jesus de Goiás será ouvida na manhã dessa terça-feira (13) pela Polícia Civil (PC). Um vídeo que teria sido gravado no sábado (10) pela própria mulher e divulgado em rede social provocou indignação de populares e da família da criança. Na gravação, a mulher oferece e incentiva a criança a ingerir o que parece ser cerveja. . Delegado responsável pelo caso, Vinicius Penna aguarda a mulher para questionamentos. Na tarde de segunda-feira (12), algumas pessoas compareceram à delegacia com a presença da mãe da criança em busca de informações do caso. . A menina mora com o pai e a madrasta. Devido ao trabalho em fazendas da região, o pai da criança não estava em casa quando o vídeo foi gravado. De acordo com o delegado Penna, a criança está sob os cuidados da avó desde que as denúncias foram feitas. . Além do depoimento da suspeita, um relatório do conselho tutelar será usado na investigação. A mulher pode ser acusada por fornecer bebida alcoólica a menor, crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). . Penna disse à reportagem que o caso tem circunstância específica devido ao fato da mulher ter gravado o vídeo. “Crimes de oferecer bebida para menores acontecem. O caso chama atenção por se tratar de uma criança tão jovem e também por ter sido gravado”, analisa. . Fábio Alves/Mais Goiás | Vídeo: reprodução/internet

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias) em

Últimas notícias