Veja quem pode se vacinar neste sábado (23/10) em GO, SP, RJ e SC

As capitais avançam na dose de reforço, recomendada pelo Ministério da Saúde. Algumas cidades também aceleram a imunização de adolescentes

atualizado 23/10/2021 12:36

Vacinação contra Covid-19Hugo Barreto/Metrópoles

A imunização contra a Covid-19 prossegue em algumas capitais do Brasil neste sábado (23/10). A cidade de São Paulo vacina a população de 12 anos ou mais. Os profissionais da saúde com mais de 18 anos e idosos com mais de 60 anos que tenham tomado a segunda dose ou dose única há pelo menos seis meses estão aptos a receber a dose de reforço (D3).

A D3 também será aplicada em pessoas com mais de 18 anos que tenham alto grau de imunossupressão. Para elas, no entanto, é preciso que a última dose tenha sido tomada há, pelo menos, 28 dias.

Quem pode receber a dose adicional do imunizante deve apresentar documento de identificação e comprovante de vacinação anti-Covid físico ou digital, além de comprovante de endereço do município se as doses anteriores não tiverem sido realizadas na capital.

No caso dos profissionais de saúde, é necessário apresentar comprovante de vínculo empregatício no município de São Paulo ou documento do conselho de classe. Também é possível levar comprovantes de profissão, certificado ou diploma. Veja os locais de vacinação.

Rio de Janeiro

A cidade do Rio de Janeiro vacina, neste sábado (23/10), todas as pessoas com 12 anos ou mais e aplica a dose de reforço para os moradores com 67 anos ou mais.

Pacientes com alto grau de imunossupressão com 12 anos ou mais e profissionais e trabalhadores da saúde que tomaram a segunda dose na cidade do Rio até 31 de março também podem receber a dose de reforço.

As unidades seguem aplicando a segunda dose conforme a data estipulada no comprovante da primeira. Atenção: Agora o intervalo mínimo entre a primeira e a segunda doses da Pfizer para quem tem 30 anos ou mais é de 21 dias.

Quem vai receber a vacina deve apresentar identificação original com foto, número do CPF e, se possível, a caderneta de vacinação. Para a segunda dose, é importante levar também o comprovante da primeira aplicação. Veja os locais.

Santa Catarina

Florianópolis aplica a primeira dose em adolescentes de 14 anos ou mais. A segunda dose segue para quem já fechou o prazo.

As doses de reforço são destinadas a idosos, trabalhadores e profissionais de saúde que receberam a segunda dose há 5 meses, além de pessoas com alto grau de imunossupressão que tiveram a segunda dose há 28 dias. Veja onde se vacinar.

Goiás

A Prefeitura de Goiânia vacina os adolescentes de 12 a 17 anos que precisam receber a primeira dose, bem como trabalhadores da saúde que tomaram a segunda dose há seis meses e vão receber a terceira dose.

Também serão vacinados os idosos com 60 anos ou mais que tomaram a segunda dose há seis meses, além dos imunossuprimidos a partir de 18 anos que se vacinaram há mais de 28 dias. A população acima de 18 anos que por algum motivo ainda não se vacinou com a primeira dose poderá procurar os postos. Veja os locais. 

Mais lidas
Últimas notícias