Rio alcançou 81% da população adulta vacinada, diz secretário de Saúde

Ao Metrópoles, o secretário de Saúde afirmou que a capital carioca tem a menor taxa de transmissão desde o início da circulação do vírus

atualizado 22/10/2021 20:31

Aline Massuca/ Metrópoles

Rio de Janeiro – Prestes a flexibilizar o uso de máscaras no Rio de Janeiro, o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz diz que a cidade vive “o melhor cenário epidemiológico de todo o período da pandemia”.

Ao Metrópoles, ele reforçou que a Covid-19 está controlada no Rio: “Temos a menor taxa de transmissão desde o início da circulação do vírus”.

A cidade não tem fila de espera por leitos desde quinta-feira (21/10). “Chegamos a 81% da população adulta vacinada e nosso número de pacientes internados com a Covid representa 3% do total de hospitalizados na rede municipal de saúde”, emendou.

0

A expectativa do secretário é que até terça-feira (26/10), a cidade do Rio alcance a marca de 65% da população com esquema vacinal completo e, com isso, passe a entrar em vigor um decreto que desobrigará o uso de máscaras em ambientes abertos.

Até a tarde desta sexta-feira (22/10), 63,5% da população da cidade já estava com a imunização completa.

De acordo com o Painel Rio Covid, da prefeitura, 74,1% dos maiores de 12 anos estão com a segunda dose ou dose única; e 81,1% da população maior de 18 anos já conta com o esquema vacinal completo.

Fim das máscaras

O secretário espera dar um passo mais ambicioso e derrubar a exigência do uso do acessório também em locais fechados em 15 de novembro.

A previsão é que até lá o índice da população com as duas doses ou dose única da vacina chegue a 75%.

Mais lidas
Últimas notícias