Veja íntegra da decisão da Justiça de SP que manda Lula para Tremembé

Nesta quarta, horas após a 12ª Vara Federal de Curitiba autorizar a transferência do petista, a Justiça de São Paulo se manifestou

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 07/08/2019 13:01

O juiz corregedor do Tribunal de Justiça de São Paulo Paulo, Eduardo de Almeida Sorci, determinou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva passe a cumprir pena no Presídio de Tremembé 2.

Nesta quarta-feira (07/08/2019), horas após a 12ª Vara Federal de Curitiba autorizar a transferência do petista, a Justiça de São Paulo se manifestou. “Autorizo a remoção do preso para este Estado, onde ficará recolhido na Penitenciária II de Tremembé Dr José Augusto César Salgado”, escreve o juiz.

A decisão contraria o desejo da defesa de Lula. O advogado Cristiano Zanin quer a suspensão da transferência da Superintendência da Polícia Federal até o julgamento final do habeas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que pede a nulidade da condenação do ex-presidente no caso do triplex do Guarujá.

O petista está preso em Curitiba desde abril de 2018, quando foi condenado a oito anos de cadeia. A juíza Carolina Lebbos argumenta que os custos humanos e financeiros para manter Lula na Superintendência da Polícia Federa são altos. A magistrada autorizou a transferência, mas não especifica qual.

Veja a íntegra da decisão da Justiça de São Paulo:

Decisão transferência by Anonymous EnPaUcnYnx on Scribd

Segundo a Polícia Federal, a prisão de Lula em Curitiba custa R$ 300 mil mensais. “Há necessidade de mobilização de efetivo de outras unidades para reforço da segurança e manutenção de serviços da unidade policial, gerando prejuízos nas unidades de origem e sobrecarga de gastos da unidade gestora”, destacou Lebbos.

Lula cumpre pena na sede da Superintendência da Polícia Federal. Ele foi condenado pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva no âmbito da Operação Lava Jato, que investigou envolvimento no caso do triplex do Guarujá. A cela em que está preso foi adaptada para recebê-lo.

Últimas notícias